Viúva de Gugu apresenta prova documental que pode mudar o processo

O processo corre em segredo de Justiça, mas a briga pela herança de Gugu Liberato ganhou novo desdobramento nesta semana. A defesa de Rose Miriam comentou no programa Fantástico, da TV Globo, sobre a notícia vazada de um novo documento que foi incorporado à ação judicial. No papel, Gugu Liberato reconheceria Rose “como sua companheira de muitos anos”.

O documento, feito nos Estados Unidos, foi apresentado à Justiça brasileira. Se a união estável de Gugu e Rose for reconhecida, o atual testamento pode ser anulado e Rose ter direito à metade do patrimônio do artista. Desde a morte de Gugu, em um acidente doméstico em novembro de 2019, ela busca na Justiça o reconhecimento da união estável.

Rose Miriam se mudou para os Estados Unidos com os filhos em julho de 2015. No ano seguinte, Gugu entrou com o pedido de greencard, visto permanente de imigração, para ela e os filhos, alegando a doação da quantia de 500 mil dólares para ela, quando então teria redigido o documento.

A declaração, em inglês, passou por uma tradução juramentada a pedido da defesa de Rose Miriam e é considerado pela defesa dela como o “Santo Graal” das provas que rolam na Justiça sobre o caso. Nele, Gugu afirmava que Rose era sua “companheira de muitos anos e mãe dos três filhos”, perante o governo dos Estados Unidos, sob pena de perjúrio.

Com informações do Metrópoles

Leave a Comment