‘Temos de 8 a 15 dias para concluir a reforma do secretariado’, diz prefeito de Natal após exonerações

Álvaro Dias, prefeito de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Álvaro Dias, prefeito de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

G1RN – Após exonerar todos os cargos comissionados do município no primeiro decreto do ano nesta terça-feira (5) e renomear parte dos secretários para a próxima gestão, o prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) disse que não tem “pressa” e que vai concluir a reforma do secretariado entre 8 e 15 dias.

“Não temos essa pressa toda, temos aí uns 8 a 15 dias para poder concluir a reforma do secretariado, as mudanças e as nomeações dos novos que se iniciam ou dos que vão permanecer”, disse em entrevista ao RN 2 da Inter TV Cabugi.

De acordo com o prefeito, a exoneração de todos os cargos aconteceu como uma estratégia para criar uma nova pasta: a Secretaria da Igualdade Racial. A ideia é encontrar formas de fundir alguns cargos e excluir outros para que a pasta seja incluída na nova gestão sem que haja um aumento nas despesas municipais.

Algumas pastas tiveram seus titulares renomeados nesta própria terça-feira, como a secretária de Administração, Adamires França; o secretário municipal de governo, Joham Alves Xavier; o procurador-geral do município, Fernando Pinheiro de Sá e Benevides; o consultor do município, Genildo Pereira da Costa e o coordenador do gabinete, Esdras Alves de Queiroz.

“Os outros nós vamos amadurecer, pensar, discutir, ouvir opiniões e sugestões para definir”, disse Álvaro Dias.

Prédio Prefeitura de Natal fachada  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Prédio Prefeitura de Natal fachada — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Segundo ele, a tendência é que outros sejam mantidos, como a secretária de Políticas para a Mulher, Andréa Ramalho, o secretário de Tributação, Ludenilson Lopes, e também o secretário da Saúde George Antunes.

“O secretário George Antunes, que tem feito um bom trabalho a frente da SMS provavelmente deverá ser mantido. Mas eu vou conversar com ele, vou dialogar inclusive sobre a equipe que compõe a secretaria”, disse.

“Nós tivemos um bom desempenho na pandemia e vamos continuar a ter. Mas eu preciso conversar com ele pra definir o restante da equipe e estratégias de combate ao coronavírus. É a segunda onda que está aí caracterizada e que nós precisamos ter uma atuação forte, consistente e firme como tivemos na primeira onda, para diminuir o impacto no número de óbitos e de casos confirmados”.

Em contrapartida, Álvaro Dias citou que em outras pastas, há possibilidade de mudanças mais radicais para a nova gestão, incluindo cargos de secretários e cargos nas equipes. Esse é o caso da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

“A questão dos transportes é uma questão que muito nos preocupa, é um problema crônico que a cidade de Natal enfrenta. Precisamos ter respostas e vamos analisar bastante todos os nomes que vamos nomear”, disse.

Segundo o prefeito, o novo secretariado será “eminentemente técnico”. “Não vou dizer aqui que nós vamos exorcizar, nem extirpar a política da nossa gestão. Mas o secretariado vai ser eminentemente técnico.

“Para assumir novos cargos na nova gestão, temos de ter um secretariado e todos os cargos comissionados com o perfil eminentemente técnico, conhecimento sobre o assunto, a pasta e os cargos que vão ocupar. Esse será o requisito”.

Álvaro Dias era vice-prefeito de Carlos Eduardo (PDT) e assumiu a prefeitura em 2018, após o ex-prefeito deixar o cargo para se candidatar ao governo do estado, perdendo a disputa para a atual governadora, Fátima Bezerra (PT). O prefeito foi eleito para um novo mandato em novembro, em primeiro turno e tomou posse na última sexta-feira (1º).

Segundo Álvaro Dias, a mudança no secretariado não visa afastar a sua imagem da equipe herdada da gestão anterior, do ex-prefeito.

“Não significa distanciamento de nada e de ninguém. Eu tenho um bom relacionamento com o ex-prefeito Carlos Eduardo. Vamos, claro, continuar a nossa gestão com o bom relacionamento que sempre tivemos com o ex-prefeito. Não existe nenhum problema”.

Exonerações

O decreto que determinou a exoneração foi o primeiro ato administrativo oficial publicado no Diário Oficial do Município (DOM) após a posse no último dia 1º. De acordo com o texto, foram exonerados todos os ocupantes de cargos de provimento em comissão da Administração Direta e Indireta do Município, exceto os da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana).

Também foram exonerados todos os ocupantes de cargos em comissão da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Município do Natal (Arsban), com exceção para os membros da diretoria que possuem mandato.