Subtenente Eliabe solicita tratamento diferenciado para voluntários da reserva

O deputado estadual Subtenente Eliabe (Solidariedade) falou, na sessão desta terça-feira (05), sobre a convocação, pelo Governo do Estado, de policiais da reserva da Polícia Militar para prestar serviços ao Estado. Para o deputado, os policiais que estavam na reserva tem que ter um tratamento diferenciado.
 
“A justificativa deles terem sido voluntários não é razoável pelo tratamento que vem sendo dado pelo Governo”, afirmou o deputado, explicando que muitos estão enfrentando dificuldades em relação aos locais de trabalho e ao atraso de pagamento “como estabelece o edital”, apontou Eliabe, que aproveitou o pronunciamento para parabenizar os classificados no concurso da Polícia Civil.
 
“Uma conquista muito importante”, disse se referindo à convocação antecipada, pelo Estado, de 400 dos aprovados, para o curso de formação. O parlamentar voltou a classificar como ‘dramático’ o déficit nos quadros da Polícia Civil do Rio Grande do Norte. “Um déficit existente apenas aqui no Rio Grande do Norte, é o quinto menor efetivo do Brasil”, criticou o deputado, ressaltando que a expectativa é o cumprimento do edital que prevê a convocação de quase mil agentes. “É importante que sejam convocados bem mais do que os 400”, encerrou o parlamentar.

Leave a Comment