Saúde e economia do RN pautam debates dos deputados durante sessão dessa terça

A situação da saúde pública do Rio Grande do Norte em função da pandemia do novo coronavírus e a importância da renovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para a economia do Estado, foram destacados pelos líderes da Assembleia Legislativa, em sessão remota realizada nesta terça-feira (9).

O deputado Tomba Farias (PSDB) pediu melhorias nos processos que regulam o funcionamento da saúde do RN. “A regulação de pacientes do interior para Natal está muito falha. Ela é feita por e-mail e na minha opinião deveria ser por telefone ou WhatsApp. Nem todo mundo vê e-mail. As pessoas são encaminhadas e ficam esperando. Conversei com o prefeito de Vera Cruz e uma paciente de lá chegou a falecer aguardando esse processo. Onde estão os respiradores? Precisamos repensar o Estado. Precisamos de união para chegarmos a uma medida que precisa ser tomada sobre a saúde”, disse.

Ainda na temática, o deputado Kelps Lima (SDD) falou do pedido de suspensão temporária da CPI da Arena das Dunas, aprovado na manhã de hoje pela maioria dos deputados da Casa. “Precisamos proteger os cofres públicos do RN. Se a governadora não tirar o Estado do Consórcio Nordeste e suspender o repasse que é feito, ela estará dizendo que concorda com os desmandos que houve”, destacou. O deputado pediu um posicionamento da chefe do Executivo Estadual, destacando a necessidade que a saúde do RN tem dos recursos que são repassados para o consórcio.

O deputado Ubaldo Fernandes (PL) fez apelo ao Governo do Estado para que o vencimento dos contratados da saúde seja providenciado. “Faço aqui um apelo ao Governo do Estado para que a Secretaria de Administração possa ver com apreço a agilidade no pagamento desses servidores. Eles estão na linha de frente e, além de terem o direito de receber, precisam desse estímulo para seguir”, afirmou Ubaldo. O parlamentar também fez apelo ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para manutenção das rodovias da região Trairi. “Elas precisam de atenção. Estão parecendo tábua de pirulitos”, comparou.

Fundeb

Outro tema tratado na sessão remota desta terça foi a importância da manutenção do Fundeb, criado em 2006 e que vence em dezembro deste ano. “Precisamos trazer essa temática a luz do debate. É extremamente oportuno que reafirmemos nossa bandeira em defesa desse fundo que já beneficiou, só aqui em nosso Estado, mais de 650 mil jovens. O Fundeb não precisa apenas ser mantido, como também ampliado, se tornando uma política permanente de governo”, defendeu Francisco do PT. Para ele, as consequências da não renovação do fundo serão desastrosas para todos os municípios do RN.

Outros assuntos

Ainda no horário destinado às lideranças, o deputado Dr. Bernardo (Avante) elogiou o trabalho feito pela prefeitura de Areia Branca no combate à disseminação do novo coronavírus na cidade. “É uma cidade que tem a atividade portuária como maior vocação econômica e isso contribui para aumentar o número de casos. Mas tudo que podia ser feito, foi e está sendo feito para enfrentar. Os números registrados não são por falta de compromisso da administração de Areia Branca”, disse. O parlamentar também chamou a atenção para a situação da segurança no município de Rafael Godeiro. “A cidade conta com apenas três policiais militares. Peço providências ao Governo do Estado e ao comandante da Polícia Militar para essa situação”, frisou.

Durante a sessão, o deputado Souza Neto (PSB) pediu colaboração para que os deputados da Assembleia do RN possam interagir com a bancada federal para ajudar na apreciação de projetos de interesse dos agricultores familiares do Estado.