Professora da UERN se recupera do coronavírus após 23 dias internada: ‘Sensação de alívio’

Foto da Internet

A professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) Lúcia Helena Medeiros, de 50 anos, conseguiu se recuperar do novo coronavírus após ficar 23 dias internada – 10 deles na UTI – em um hospital particular na cidade de Mossoró, região Oeste potiguar. Liberada no dia 11 de abril da unidade de saúde, há quase um mês, ela ainda tem efeitos da doença, apesar de não ter mais o risco de transmitir para outras pessoas. 
“Eu ainda não estou livre (dos sintomas). Eu estou com dificuldades na respiração, canso um pouco. É uma coisa que ainda está em processo. Sabemos que a doença atinge cada um de uma forma”, contou.  
Os primeiros sintomas da professora do Departamento de Letras e Artes da UERN apareceram cinco dias antes dela ser internada – ela teve primeiro uma irritação na garganta, depois a tosse e aí surgiu a febre. “Nesse tempo todo minha pressão estava muito alta”, relatou ela, que é hipertensa, um dos grupos de risco do coronavírus.