Prefeitura é favorável a jogos da Copa América em Natal ‘com cumprimento de protocolos’

Arena das Dunas — Foto: Augusto César Gomes/ge
Arena das Dunas — Foto: Augusto César Gomes/ge

A Prefeitura de Natal confirmou nesta terça-feira (1º) que é a favor da realização de jogos da Copa América na capital potiguar, desde que o evento não envolva recursos públicos e sejam cumpridos todos os protocolos de segurança sanitária previstos nos decretos municipais para esse tipo de evento, por causa da Covid-19.

Após a Conmebol anunciar nesta segunda-feira (31) que a Copa América aconteceria no Brasil, a Arena das Dunas, em Natal, chegou a ser cogitada como uma das sedes para os jogos.

O município ainda confirmou que teve diálogo com a CBF sobre o assunto, mas informou não recebeu nenhuma manifestação formal. A assessoria de imprensa da prefeitura ainda considerou que a decisão final sobre o assunto caberia às entidades do futebol em negociação com a Arena das Dunas, em “uma relação entre entes privados”.

Apesar do posicionamento favorável do município, a administradora da Arenas das Dunas afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que dependeria de autorização do governo do estado para realizar os jogos, uma vez que o estádio é concedido por meio de uma uma parceria-público-privado com o estado.

O governo do Rio Grande do Norte já se manifestou contrário ao evento e informou que, por causa da pandemia da Covid-19, o estado não tem “segurança epidemiológica” para sediar jogos da Copa América.

O governo informou que não foi procurado oficialmente pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Nas redes sociais a governadora Fátima Bezerra afirmou que “apesar de sermos um dos Estados com estrutura física disponível, não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento no nosso estado”.

“Ao contrário, estamos numa luta diuturna para amenizar os efeitos da pandemia, que está em um momento crescente por aqui. O Governo é, portanto, contrário à realização do evento no nosso estado”, escreveu a gestora.

O torneio ocorreria, inicialmente, na Colômbia e, posteriormente, na Argentina, mas os países desistiram. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu sediar no Brasil a Copa América, nesta segunda (31).

Pandemia no RN

O Rio Grande do Norte vive o pior momento da pandemia. Maio é o mês com o maior número de casos confirmados de Covid-19 no RN desde o início da pandemia. O Rio Grande do Norte registrou até esta segunda (31) 268.426 casos confirmados de Covid-19 e 6.116 mortes pela doença.

Em reunião com governo e prefeitos, os Ministério Públicos consideraram que o sistema de saúde do estado vive um pré-colapso e exigiram medidas mais restritivas para conter o avenço da doença.

Neste domingo (29), o estado voltou a ter mais de 100 pessoas em fila de espera por UTI para Covid-19 e a taxa de ocupação de leitos críticos passou de 98%.

Na última quarta-feira (26) o Rio Grande do Norte registrou o maior número de solicitações por um leito de UTI desde o início da pandemia. Ao todo, foram 156 pedidos encaminhados pelas unidades de saúde à Central de Regulações para pacientes que precisam desse tipo de internação.

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, disse que o estado vive um pré-colapso e que não há mais como abrir novos leitos de UTI por causa das limitações de pessoal e de insumos, como kits intubação, por exemplo.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte