OS DEMÔNIOS CRIARAM MAIS UM VIRÚS? Reino Unido detecta mais 11 casos da varíola dos macacos; 2 deles podem ser de transmissão local

Varíola dos macacos
Varíola dos macacos se espalhou pela Europa / CDC/Brian W.J. Mahy/Divulgação via REUTERS

Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido (UKHSA) detectou 11 novos casos da varíola dos macacos no país neste domingo, 22. Dois deles são investigados sob a possibilidade de transmissão comunitária, que não veio de fora do país. “Estamos encontrando casos que não têm contato identificado com um indivíduo da África Ocidental, que é o que vimos anteriormente neste país”, afirmou Susan Hopkins, médica-chefe da agência. “Estamos detectando mais casos diariamente”, acrescentou a especialista, em entrevista à emissora BBC.

A médica-chefe se negou a confirmar a informação de que uma pessoa estaria em terapia intensiva, mas disse que o surto da doença se concentra em áreas urbanas, entre homens homossexuais, bissexuais e homens que fazem sexo com homens (HSH). “O risco para a população em geral continua sendo extremamente baixo neste momento, mas acho que as pessoas têm de estar alertas”, disse Hopkins. Segundo ela, para a maioria dos adultos, os sintomas seriam “relativamente leves”. De acordo com a UKHSA, o total de casos registrados até o momento serão divulgados na próxima segunda-feira, 23. Na última sexta, 20, um boletim relatava a ocorrência de 20 casos. O Reino Unido deu o alarme em 7 de maio, com uma pessoa que havia estado na Nigéria recentemente.

No site oficial do governo britânico, a agência informa que 2 casos dentre os confirmados com a doença não possuem ligações de viagem para um país onde a varíola dos macacos é endêmica e que, por isso, é possível que tenham adquirido a infecção por transmissão comunitária. A possibilidade está sendo investigada. O vírus causador da varíola dos macacos se espalha por meio de gotículas de saliva em contato próximo, fluídos corporais e de mãe para filho. As autoridades sanitárias alertas sobre quaisquer erupções ou lesões incomuns em qualquer parte do corpo, especialmente na genitália, e pedem para que as pessoas entrem em contato com um serviço de saúde sexual.

Jovem Pan

Leave a Comment