Governadora do RN e prefeito de Natal proíbem que lojas de roupas abram, ameaçam interdição

Algumas lojas na Afonso Pena decidiram reabrir nesta terça-feira (5) — Foto: Google Street View
Algumas lojas na Afonso Pena decidiram reabrir nesta terça-feira (5) — Foto: Google Street View

Os governos estadual (RN) e municipal, capital, reagiram contra alguns comerciantes que tentaram manter seus empreendimentos comerciais para tentarem sobreviver, como também tentar manter os empregos, mesmo usando medidas preventivas para evitar aglomerações e o uso de álcool gel e máscaras.

A ineficiência do Estado em gerir nos mais de 45 dias esperado pela população para resolver as situações que eles mesmo causaram, não investindo na saúde do estado, que agora cobra a contra contra quem paga os impostos.

Enquanto isso o secretário adjunto da saúde, Petrônio Spinelli (PT), sem apresentar suas qualificações como epidemiologista até o momento, sendo apenas um clinico geral, que tentou uma cadeira para a Assembleia Legislativa em 2018, sendo derrotado, recebendo uma pífia votação menor de que 6 mil votos, é quem dá as coordenadas do isolamento em todo Rio Grande do Norte.

Pregando o terror para quebrar os pequenos comerciantes preanunciando uma mortandade em massa.

O RN precisa reagir a essas afrontas e pedir parecer de técnicos de especialistas que tenham isenção e confiança. Pois não há como acreditar mais nos governos do RN e de Natal.

Leave a Comment