Governadora do PT faz da aglomeração em Ponta Negra um palanque político

Foto da Internet

Na humilde visão deste que escreve, acho complicado a governadora fazer do episódio da aglomeração que aconteceu no último domingo, 19, na praia de Ponta Negra um palanque político para tentar atacar o prefeito de Natal.

Para quem gosta de pensar enquanto ainda não é proibido, ficam algumas perguntas:

Por que apenas a praia de Ponta Negra, já que as demais prais estavam normais?

Por que não havia policias fazendo ronda na área de Ponta Negra?

Resolveram todos irem a Ponta Negra sem que houvesse nenhuma atração cultural?

Sabemos que houve esse episódio em poucas cidades do Estado, não podendo os comerciantes pagar pelos erros da falta de fiscalização da administração pública, tendo que voltarem a fechar seus comércios de novo.

Mas por que a única coisa que a governadora Fátima do PT diz é que mandará tomar medidas mais duras? (leia-se fechar)

Cadê os ventiladores pulmonares que foram comprados no Consórcio Nordeste?

O que fez a governadora desde o início da Pandemia até agora, além de gritos e mandar fechar o comércio?