Deputados debatem sobre vacina, Proedi e pagamento de servidores

 No horário destinado aos deputados na sessão plenária desta terça-feira (15), os oradores inscritos foram os deputados Vivaldo Costa (PSD), Dr. Bernardo (Avante) e Coronel Azevedo (PSC). Mais uma vez o deputado Vivaldo Costa alertou para a prevenção contra a Covid-19 e a importância da chegada da vacina. Dr. Bernardo chamou atenção para o repasse do governo aos municípios dos recursos do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (Proedi) e o Coronel Azevedo destacou o pagamento do 13º salário dos servidores, lamentando por não ser concluído dentro do ano em curso.

“Já temos mais de 100 mil pessoas infectadas em nosso Estado e isso corresponde à soma da população de São Gonçalo, que é a terceira cidade mais populosa do RN, com a pequena São Fernando, no Seridó. E quase três mil mortos, que é a população de São Fernando”, ilustrou Vivaldo, médico por formação, que tem dedicado pronunciamentos à prevenção da Covid-19.

O parlamentar defendeu a importância das vacinas, independentemente de sua origem. “Ao mesmo tempo em que a humanidade sofre na quarentena com a perda dos parentes e amigos, a gente tem esperança de que com a vacina nós venceremos esse inimigo tão potente. É importante que sejamos imunizados o mais rápido possível, venha a vacina de onde vier”, reforçou Vivaldo.

O parlamentar destacou que a vacina da Pfizer é segura e outros países já estão adquirindo. “Ela é comprovadamente protetora, mas também temos outras vacinas, por exemplo a da Rússia, que foi desenvolvida e que dá 95% a 97% de proteção. E temos a vacina chinesa, que de acordo com os infectologistas é tão boa e protetora quanto a da Pfizer e já está  sendo fabricada pelo Instituto Butantã”, afirmou.

O repasse de recursos do Proedi por parte do Governo Estadual aos municípios foi o tema destacado por Dr. Bernardo. O parlamentar afirmou que irá pessoalmente tratar do assunto com o secretário de Planejamento e Finanças (Seplan) do RN, Aldemir Freire.

“O secretário sempre me recebe com muita cordialidade e como presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios, farei um apelo para que haja regularidade nos repasses. O Proedi foi aprovado por nós, sancionado pelo governo mas infelizmente não tem havido regularidade no repasse e isso é importante para que os prefeitos, alguns inclusive em fim de mandato, possam fechar suas contas”, disse Dr. Bernardo.

O pagamento do 13º salário de 2020 aos servidores, anunciado pelo Governo do RN para ser concluído em janeiro, foi criticado por Coronel Azevedo, que defendeu os operadores da segurança pública.

“A governadora tem feito um esforço de cumprir o pagamento, mas não pode honrar a folha de 2020, pagando uma parte do 13º e outra parte em 2021, em descumprimento com a previsão legal e os operadores de segurança estiveram na linha de frente do combate à Covid-19, uma missão a qual não se submetem diariamente e agora não irão receber o 13º integral. Faço um apelo ao Governo do Estado para que faça um esforço para pagar o 13º, conforme prevê a nossa legislação”, frisou.

O deputado também parabenizou a Caern por programar um plano de parcelamento de débitos para clientes pessoa física e jurídica, conforme sugestão do seu mandato. “Há 15 dias fizemos uma proposta que programasse um plano de pagamento dos débitos de forma parcelada e foi programado conforme havíamos requerido”, comemorou o deputado.

Coronel Azevedo também agradeceu às Câmaras Municipais de Angicos e Parelhas, que lhe concederam título de cidadania.

Assessoria