Covid-19: de 11 mortos dos mais de 10 mil esperados pelo SESAP/RN; 2 deles podem não ter morrido do vírus

Secretário defende regionalização para evitar superlotação nos ...
Cipriano Maia, secretário da SESAP/RN / Foto da Internet

Uma mulher apareceu na reportagem em um jornal de TV de Natal afirmando que o bebê dela havia acabado de nascer quando foi levado pela enfermeira, disse que só avistou o rostinho do bebê que foi conduzido para outros procedimentos.

Logo após a criança foi diagnosticada com o coronavírus, mesmo sem que a mãe tivesse feito contato com alguém contaminado. Essa mãe foi impedida de ver o seu bebê que foi morto e logo sepultado.

O mistério é que a mãe do bebê não tinha nem tem coronavírus, o que faz com que o RN desconfie das atitudes desse secretário da saúde, Cipriano Maia (PT).

O outro caso que circula nas redes sociais é de que uma idosa do Oste que tinha 93 anos. Dizem que ela não teve contato com ninguém, nem ela nem seus parentes. Ninguém da família tem coronavírus. A família afirma que ela morreu de morte natural. É o que circula nas redes sociais. Mas o atestado de óbito veio como que fosse morte por Covid-19.

O secretário apoiado pela governadora do RN, Fátima Bezerra (PT), disse que morreria 10 mil pessoas até 15 de maio, depois aumentou para mais de 11 mil mortos, declarou isso ao jornal Tribuna do Norte.

Agora fazem 48 horas que não morre ninguém de coronavírus no RN, o que pode deixar o secretário muito irritado, já que a previsão dele vai dá errada.

Terminamos dizendo: Deus é maior!

Leave a Comment