Category: Policial

Homem mata ex-mulher, filha, outras 3 pessoas da família e comete suicídio no interior do RN

Família assassinada por atirador em Passa e Fica, no interior do RN.  — Foto: Redes sociais
Família assassinada por atirador em Passa e Fica, no interior do RN. — Foto: Redes sociais

Um homem matou a ex-companheira, a própria filha do casal, que tinha 7 anos de idade, além dos ex-sogros e uma tia dele, na madrugada deste sábado (25). Ele usou uma foice e uma arma de fogo.

O caso aconteceu em Passa e Fica, na região Agreste potiguar. Um sobrinho da ex-companheira do assassino também foi baleado e socorrido ao hospital com vida.

As informações foram confirmadas pelo 8º Batalhão da Polícia Militar, que começou uma busca pelo autor dos crimes, mas já encontrou o suspeito morto. Segundo a PM, ele tirou a própria vida.

O crime aconteceu por volta das 4h na localidade conhecida como Lagoa do Venâncio, no sítio Fernando da Pista. O autor foi identificado como William de Lima Silva, de 33 anos.

As vítimas que morreram foram identificadas pela PM como:

  • Maria da Luz Henrique de Lima, ex-companheira
  • Maria Clara de Lima e Silva, 7 anos, filha
  • Maria do Livramento Henrique de Lima, ex-sogra
  • Francisco Batista de Lima, ex-sogro
  • Vera Lúcia, conhecida como Verinha, tia de William

Arma de fogo e foice

Segundo a Polícia Militar, o homem chegou a uma casa onde estavam as quatro primeiras vítimas, armado com uma arma de fogo e uma foice.

Após matar todos no local, inclusive a filha de 7 anos de idade, ele deixou a casa e foi a outro imóvel, onde assassinou a tia dele e baleou um sobrinho da ex-companheira.

A polícia foi acionada e começou uma busca pelo suspeito em uma área de mata, mas ele já foi encontrado sem vida, perto da casa da tia.

Ainda de acordo com a PM, o homem deixou um caderno com mensagens escritas, em que tenta justificar a tragédia. No entanto, o conteúdo não foi divulgado até a publicação desta matéria.

O crime teria sido cometido porque o homem não aceitava o fim do relacionamento, segundo a PM.

G1RN

TRISTE! Corpo que pode ser de adolescente de 15 anos desaparecida após afogamento na praia da Redinha é encontrado na Grande Natal

Buscas pelo corpo da menina de 15 anos ocorriam desde o último domingo (21) na Grande Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Buscas pelo corpo da menina de 15 anos ocorriam desde o último domingo (21) na Grande Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um corpo que pode ser da adolescente de 15 anos que estava desaparecida desde o último domingo (19) após afogamento na praia da Redinha Nova, em Extremoz, na Grande Natal, foi encontrado no início da manhã desta terça-feira (21).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo foi encontrado por volta das 5h, na mesma região onde ocorreu o afogamento.

Ele foi recolhido e levado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). Até a publicação desta matéria, no entanto, o corpo ainda não tinha sido identificado oficialmente pelo órgão de perícia.

A menina estava desaparecido desde a tarde do último domingo (19), quando quatro banhistas se afogaram na praia da Redinha Nova.

Testemunhas relataram que ela participava da comemoração de um aniversário quando começou a ser puxada pelo mar e a se afogar.

Outras pessoas entraram no mar para tentar salvar a vítima. No entanto, pelo menos três homens que tentaram resgatá-la se afogaram. Um deles conseguiu sair do mar e dois não resistiram e também morreram.

As buscas pelo corpo da menina foram suspensas na noite de domingo (19) e retomadas na segunda-feira (20).

G1RN

Por “pegar morcego” em caminhão, menino de 12 anos morre atropelado na Zona Norte de Natal

Menino de 12 anos morre atropelado por caminhão na Zona Norte de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Menino de 12 anos morre atropelado por caminhão na Zona Norte de Natal, após se pendurar em caminhão, o famoso “Pega Morcego” — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um menino de 12 anos morreu atropelado por um caminhão na noite de sábado (18), na rua onde morava na Zona Norte de Natal. O acidente foi registrado em um trecho sem pavimentação da Rua Vereador Sérgio Dieb, no Conjunto Nordelândia, no bairro Lagoa Azul.

O Samu ainda foi acionado, mas Rafael Antônio Silva de Castro não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento. Segundo familiares, o garoto era considerado alegre e sorridente. Ele costumava vender cocadas na Zona Norte da cidade para ajudar no sustento da família de 11 filhos.

Charles Antônio, pai do menino, estava trabalhando quando soube do acidente. Na versão contada por testemunhas a ele, o motorista do caminhão teria agido de forma irresponsável porque não atendeu o pedido para parar o veículo após o garoto ficar com a perna presa e acabou esmagando a vítima. Segundo o pai, o outro filho – irmão gêmeo de Rafael – que presenciou o atropelamento está traumatizado.

Depois do acidente, o caminhoneiro foi detido por policiais militares para prestar esclarecimentos na delegacia de plantão.

O delegado Fábio Rogério da Silva relatou que o menino estava brincando do que se costuma chamar de “pegar morcego”. Ele teria se desequilibrado e caído entre os pneus. Segundo ele, o motorista contou que não percebeu. O condutor fez o teste do bafômetro e deu negativo, ainda de acordo com o delegado.

G1RN

Polícia Civil conclui investigação e indicia irmã, cunhado e outros 4 por morte de comerciante em Natal

DHPP Natal, Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
DHPP Natal, Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil concluiu, nesta terça-feira (14), o inquérito policial sobre o homicídio da comerciante Pollyana Nataluska Costa de Medeiros, 22 anos, que aconteceu no dia 18 de maio, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal.

A investigação resultou no indiciamento de seis pessoas pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa. Entre os apontados pela polícia como mandantes do crime, estão a irmã e o cunhado da vítima.

O inquérito policial foi concluído após a deflagração de duas fases da Operação “Off Road”, que teve como objetivo o cumprimento de mandados de prisão em desfavor dos envolvidos.

Na primeira fase, foram detidos três homens apontados como o autor dos disparos, o piloto da moto usada no crime e dono da moto. Já na segunda fase, os cumprimentos de mandados foram em desfavor dos possíveis mandantes do crime: a irmã da vítima, um cunhado e um policial militar.

Em agosto, a Polícia Civil afirmou que a possível motivação do crime seria a disputa por uma herança de R$ 2 milhões.

O crime

A comerciante de 22 anos foi morta com um tiro, dentro da loja de parafusos dela, no dia 18 de maio. O comércio funcionava na Avenida Boa Sorte, no bairro Nossa Senhora da Apresentação.

Crime aconteceu dentro de loja de parafusos na avenida Boa Sorte, em Nossa Senhora da Apresentação.  — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi
Crime aconteceu dentro de loja de parafusos na avenida Boa Sorte, em Nossa Senhora da Apresentação. — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

Testemunhas disseram aos policiais que dois criminosos chegaram em uma moto, por volta das 10h30, mandaram os funcionários saírem, levaram a vítima até os fundos do estabelecimento e a assassinaram com um tiro na nuca.

G1RN

RN: Governadora determina investigação de espancamento de quilombola, dever da Polícia Civil

Fátima Bezerra determina investigação de espancamento de quilombola por  bolsonarista | Revista Fórum
Tentam ligar a ação desse criminoso ao presidente apenas por questões políticas, ele deve ser punido pelo que fez independe de que partido pertença. Foto da Internet

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou na noite desta segunda-feira (13) que determinou “a apuração imediata e rigorosa” o espancamento do quilombola Luciano Simplício pelo comerciante Alberan Freitas na cidade de Portalegre, a 381 quilômetros de Natal.

Do blod: É dever da Polícia Civil independentimente de determinação de quelquer governo, pois estamos em um estado de direito.

“Determinei ao secretário de Segurança, coronel @CoronelAraujoPM, e à delegada-geral da Polícia Civil, dra. Anna Cláudia, a apuração imediata e rigorosa do caso que envolveu um quilombola em Portalegre e que deixou a todos estarrecidos”, anunciou a governadora.

Segundo ela, o “Governo do Rio Grande do Norte não será conivente e não compactuará com manifestações eivadas de discriminação, intolerância, ódio e abusos de quaisquer naturezas”.

Do Blog: Na fala acima a governadora tente trazer um contexto de que esse caso isolado de um criminoso possa ter a ver com o presidente Bolsonaro, querendo fazer do caso, um fato político.

Luciano teria jogado pedras no mercado de Alberan em reação a ataques verbais feitos ao comerciante. Entao, o coemrciante decidiu amarrar o homem e arrastá-lo pelo chão. Imagens mostram ainda ele pisando em Luciano, que implora por ajuda.

Os dois foram levados pela Polícia Militar à Delegacia de Pau dos Ferros, onde o delegado de plantão, Paulo Pereira, autou Luciano por depredação e Alberan somente por lesão corporal. As investigações seguem na Delegacia de Portalegre.

Segundo informações obtidas pela Fórum, Luciano é quilombola e está em situação de rua desde que perdeu os pais. Responsabilidade do governo do estado.

Revista Fórum

Comerciante amarra e espanca quilombola no interior do RN

Coelho Fatos e Notícias: Comerciante amarra elemento acusado de apedrejar  seu comercio no interior do RN
Foto da Internet

“Não estou arrependido, não. Eu faço isso, fiz e faço quantas vezes for preciso.” A afirmação em áudio é de um comerciante acusado de amarrar e espancar o quilombola em situação de rua, Luciano Simplício, no último sábado (11), em plena rua, na cidade de Portalegre, no oeste do Rio Grande do Norte.

Proprietário de um comércio que já foi depredado pelo quilombola, ele protagoniza um vídeo bárbaro no qual aparece dando chutes nas costas de Luciano, que está com pés e mãos amarrados e chora com o rosto voltado para o chão. É possível ouvir duas mulheres ao fundo conversando e uma delas diz “ele quer linchar”. Alberan, em seguida, desfere mais um chute nas costas do homem caído e uma outra mulher pede ” não mate, não”. O comerciante responde: “Mato, mato ele. O que é meu eu tenho o direito de defender.”

De acordo com o portal Mossoró Hoje, Alberan teria espalhado pela cidade, na semana passada, que Luciano seria um bandido e que estava sempre drogado. O quilombola, por sua vez, teria reagido atirando pedras no comércio de Alberan e insultado o apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Congresso em Foco /BG

Comerciante é executado com cinco tiros em Felipe Camarão

Foto: reprodução/Portal BO

Um comerciante de 28 anos, identificado como Evangelista Cavalcante Monteiro Júnior foi assassinado no início da noite desta sexta-feira (10), na travessa Padre Cícero, no bairro Felipe Camarão, zona Oeste de Natal. De acordo com a polícia ele recebeu um chamado através de uma ligação confidencial para entregar um galão de água em um endereço, porém acabou surpreendido por criminosos que efetuaram cinco tiros contra a vítima que morreu na hora.

Ainda segundo informações policiais a moto de “Juninho”, como era mais conhecido, foi levada, no entanto a equipe da DHPP (Divisão de Homicídio e Proteção a Pessoa), que apurou as circunstâncias do crime, acredita que a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), foge das evidências encontradas e relatadas no local. Evangelista era evangélico e não tinha envolvimento com atividades ilícitas.

A mãe da vítima foi a primeira familiar a chegar no local e já encontrou o filho sem vida. A Polícias Civil vai iniciar o trabalho investigativo ouvindo pessoas ligadas a Evangelista e tentar descobrir a verdadeira razão para o assassinato. O corpo do comerciante que trabalhava com o pai e os irmão em um depósito de distribuição de água foi levado para a sede do ITEP no bairro da Ribeira onde será necropsiado e liberado para o sepultamento.

Portal BO

BG

Polícia Federal incinera mais de meia tonelada de drogas no RN

A Polícia Federal, com a devida autorização da Justiça e sob forte esquema de segurança, incinerou na manhã desta quinta-feira, 9/9, no alto-forno de uma usina na Zona Rural de Arês, Região Metropolitana de Natal, aproximadamente 687 kg de substâncias entorpecentes, entre pasta base, maconha, cocaína e ecstasy, além de hormônios importados (“bombas”) e petrechos utilizados para acondicionar drogas.

O montante destruído é parte das apreensões realizadas nos anos de 2020 e 2021, nos municípios de Natal, Macau, São Paulo do Potengi e Santa Cruz.

A incineração teve acompanhamento do chefe da Delegacia de Repressão a Drogas da PF, um promotor de Justiça do RN e fiscais da Vigilância Sanitária.

BG

Dois homens morrem e criança de 11 anos é baleada em bar na Zona Norte de Natal

Dois homens morrem e criança de 11 anos é baleada em bar na Zona Norte de Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Dois homens morrem e criança de 11 anos é baleada em bar na Zona Norte de Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Dois homens morreram e quatro pessoas ficaram feridas após um tiroteio que aconteceu no final da tarde desta terça-feira (7), na praia da Redinha, na Zona Norte de Natal. Entre os feridos, uma mulher, dois homens e uma criança de 11 anos, atingida na virilha.

O crime aconteceu em um bar próximo à Igreja de Pedra e ao mercado da Redinha. De acordo com policiais militares do 4º Batalhão, uma festa acontecia no local quando os criminosos chegaram em uma moto e atiraram contra os dois homens. As vítimas usavam tornozeleira eletrônica.

Os três adultos feridos foram socorridos ao Hospital Santa Catarina, no bairro Potengi. A criança foi levada ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. De acordo com a PM, os quatro se conheciam e estavam próximos na hora do crime.

A Polícia Militar ainda não tem detalhes sobre os criminosos, tampouco quem seria o alvo da ação.

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Padre potiguar é encontrado morto dentro de quarto de hotel em Goiás

Padre Idalmo César Barbosa Fernandes, de 66 anos, foi encontrado morto dentro de um quarto de hotel em Caldas Novas — Foto: Arquidiocese de Natal
Padre Idalmo César Barbosa Fernandes, de 66 anos, foi encontrado morto dentro de um quarto de hotel em Caldas Novas — Foto: Arquidiocese de Natal

O padre Idalmo César Barbosa Fernandes, de 66 anos, foi encontrado morto dentro de um quarto de hotel em Caldas Novas, Goiás, nesta terça-feira (7).

De acordo com a Arquidiocese de Natal, o padre participava de uma excursão religiosa que havia iniciado no último sábado (4), pelo Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade. Nesta terça o grupo estava em Caldas Novas.

O padre estava no quarto do hotel descansando e não saiu no horário combinado para um passeio. Outras pessoas que participavam da excursão entraram no quarto e encontraram Idalmo já sem vida.

Ainda de acordo com a Arquidiocese de Natal, o corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) onde deve passar por uma autópsia para esclarecer a causa da morte.

Após a liberação, o corpo será levado para Natal, onde será sepultado.

Padre Idalmo nasceu em 29 de julho de 1955, em Natal, e foi ordenado sacerdote em 28 de outubro de 1999. Atualmente, era pároco da Paróquia de São Pedro Apóstolo, no município de São Pedro.

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Criminosos explodem cofre e roubam dinheiro de posto de combustíveis em Tangará

Posto de combustíveis em Tangará foi alvo de criminosos nesta madrugada — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Posto de combustíveis em Tangará foi alvo de criminosos nesta madrugada — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Criminosos invadiram um posto de combustíveis e destruíram parte do prédio ao usarem explosivos para abrir um cofre, na madrugada desta segunda-feira (6), em Tangará.

O crime aconteceu por volta das 3h30. De acordo com testemunhas, eram pelo menos 7 homens armados. Eles chegaram ao local, colocaram os explosivos próximo ao cofre e detonaram.

Com o impacto da explosão parte da estrutura do teto do posto desabou. A estrutura de uma bomba de combustíveis abriu e outra foi derrubada pela força da explosão.

Os proprietários estão fazendo o levantamento dos prejuízos, mas ainda não informaram se o dinheiro do cofre foi levado.

Posto de combustíveis em Tangará ficou destruído após explosão — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Posto de combustíveis em Tangará ficou destruído após explosão — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

G1RN

Polícia Federal abre inquérito contra seleção argentina

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar se quatro jogadores da Seleção Argentina falsificaram documentos com o intuito de facilitar a entrada no país. A investigação formal tem início depois que agentes da Anvisa interromperam ontem (5) o clássico entre Argentina e Brasil, na Neo Quimica Arena, em São Paulo, válido pelas Eliminatórias.

Após a paralisação, a partida de futebol acabou sendo suspensa pela Conmebol. Segundo o órgão de fiscalização brasileiro, que tem autonomia para exercer a função independentemente de interesses de terceiros, os atletas descumpriram normas sanitárias e deveriam ser deportados.

Policiais federais apuram se os argentinos cometeram ou não o crime de falsidade ideológica. O inquérito, em fase inicial, se baseia em informações da Anvisa e da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo.

Quatro jogadores —o goleiro Emiliano Martínez, o zagueiro Cristian Romero, o volante Lo Celso e o meia-atacante Emiliano Buendía— teriam omitido na declaração de entrada no país o fato de que passaram pelo Reino Unido nos últimos 14 dias. Os quatro atuam em times ingleses.

De acordo com as normas em vigor, viajantes oriundos do Reino Unido precisam passar por um período de quarentena tão logo cheguem ao Brasil. A medida foi tomada em razão do avanço da contaminação pela variante Delta do covid-19 no país europeu. Caso os atletas tivessem prestado informações verdadeiras no formulário exigido pela Anvisa, os mesmos não teriam condições de entrar em campo no jogo contra o Brasil, ontem.

A Polícia Federal também informou ter notificado a delegação da Argentina a respeito da necessidade deportação —procedimento padrão em situações de descumprimento de regras sanitárias. No entanto, a sanção ainda não foi executada e os quatro atletas ainda devem ser ouvidos formalmente no curso do inquérito.

UOL/BG

Três suspeitos morrem e dois policiais militares são baleados durante confronto na Zona Oeste de Natal

Três armas foram apreendidas após tiroteio com a polícia que resultou na morte de um homem e duas mulheres em Natal.  — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Três armas foram apreendidas após tiroteio com a polícia que resultou na morte de um homem e duas mulheres em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um homem e duas mulheres morreram após trocar tiros com a Polícia Militar na noite desta quinta-feira (2) no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal. No confronto, um policial foi atingido de raspão e o outro foi salvo pelo colete a prova de balas.

O tiroteio que aterrorizou os moradores da região aconteceu em uma casa na rua Alípio Bandeira, paralela à avenida Mário Negócio. 

De acordo com o 9º Batalhão da Polícia Militar, a corporação recebeu informações de que pessoas armadas estavam no imóvel e fez um cerco à residência.

Porém, os suspeitos não teriam obedecido a ordem de saída e começaram a atirar contra os policiais, que revidaram aos tiros e atingiram os três. Dois policiais também foram atingidos, um de raspão no braço e outro no colete.

Marca de tiro em uma das janelas do imóvel onde o confronto aconteceu, em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Marca de tiro em uma das janelas do imóvel onde o confronto aconteceu, em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Os suspeitos feridos foram socorridos nas viaturas policiais ao Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da capital, mas não resistiram e morreram.

Segundo a PM, o homem morto no confronto é um dos suspeitos de envolvimento na morte de uma criança de 4 anos, filha de um policial militar reformado. A morte aconteceu durante um atentado contra o militar no dia 8 de agosto, na Zona Norte de Natal.

Imóvel onde o confronto entre suspeitos e policiais aconteceu ficou com várias marcas de tiros, em Natal.  — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Imóvel onde o confronto entre suspeitos e policiais aconteceu ficou com várias marcas de tiros, em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Embora a investigação sobre o crime siga em sigilo, por parte da Polícia Civil, o policial reformado fez declarações nas redes sociais apontando suspeitos de envolvimento no atentado.

Testemunhas teriam informado à PM que as mulheres mortas no confronto desta quinta-feira (2) estavam acobertando o homem.

Os nomes dos suspeitos que morreram ainda não foram divulgados oficialmente até a publicação desta matéria.

Marca no colete balística, mostra local atingido por bala durante confronto entre policiais e criminosos em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Marca no colete balística, mostra local atingido por bala durante confronto entre policiais e criminosos em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

G1RN

Secretária-adjunta de Saúde do RN é exonerada após operação que investiga irregularidades em contratação de UTIs Covid

Operação da PF e CGU cumpriu mandados de busca na Sesap no dia 25 de agosto — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Operação da PF e CGU cumpriu mandados de busca na Sesap no dia 25 de agosto — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A secretária-adjunta de Saúde do Rio Grande do Norte, Maura Sobreira, foi exonerada após uma operação que investiga supostas irregularidades em contratação de UTIs para tratamento de pacientes com Covid. A coordenadora de Atenção à Saúde, Gilsandra de Lira Fernandes, também foi exonerada.

Os afastamentos foram determinados pela Justiça e publicados no Diário Oficial do Estado nesta sexta (3).

A operação deflagrada no dia 25 de agosto investiga a contratação de 10 leitos de UTI no Hospital Central Coronel Pedro Germano da PM e 40 leitos no Hospital Dr. João Machado, em Natal.

Os levantamentos indicaram que a empresa contratada não tinha experiência em implantação de leitos de UTI e não apresentava estrutura econômica e financeira nem capacidade técnica para dar suporte à contratação. Segundo a CGU, a empresa se valia de equipamentos e materiais da própria Secretaria Estadual de Saúde, além de não disponibilizar todos os profissionais previstos no contrato.

Ainda de acordo com as investigações, houve facilitação para a contratação da empresa e manutenção dos contratos, por interferência direta de agentes públicos da Sesap, que se valiam dos privilégios e liberdades dos seus ofícios para favorecer a empresa contratada.

No dia da operação a governadora Fátima Bezerra (PT) afirmou que a Sesap está colaborando com investigações e que “o governo não tem absolutamente nada o que temer, nada a esconder”.

“A Sesap está acompanhando, prestando todos os esclarecimentos. O RN sabe da lisura, da seriedade do nosso governo, de como nós enfrentamos a pandemia nesse estado para salvar vidas, inclusive, com o acompanhamento dos órgãos de controle, dos ministérios públicos, então que se apure o que se deva ser apurado”, disse Fátima Bezerra.

Lyane Ramalho Cortez foi nomeada para o cargo de secretária-adjunta. Não houve nomeação para o cargo de coordenação de Atenção à Saúde no Diário Oficial desta sexta (3).

G1RN

Terça-feira de terror: Bandidos invadem casa paroquial em Natal, rendem padre e sua mãe, e levam dinheiro de parte da festa dos padroeiros

Mais um registro de insegurança e violência foi registrado em Natal. Quem revela a ação criminosa é o padre Católico, assistente Social e gestor Hospitalar, Lima Rodrigues, vítima de três assaltantes.

O pároco relata momentos de terror durante invasão a casa paroquial no bairro das Rocas na noite dessa terça-feira(31 de agosto). Na ocasião, três homens armados, que pareciam conhecer o local, levaram uma quantia de parte da festa dos padroeiros, que estava em um cofre. Na ação criminosa, a mãe do pároco também foi uma das vítimas. Felizmente, apesar dos traumas psicológicos, todos passam bem.

“Ontem às 20h30 chegando em casa depois de comemorar 1 ano do terço dos homens, três homens armados invadiram a casa paroquial e com armas apontadas para mim, disseram que sabiam quem era eu e que estavam ali só para pegar dinheiro. Eu pedi que daria o que quisesse mas não fizessem nada com minha mãe . Eles conheciam minha casa,. Pediram que subisse para quarto. Fizeram eu abrir o cofre e levaram um parte da festa dos padroeiros que duas horas antes tinha preparado tudo para depositar no dia de hoje. Foram momentos terríveis. Em seguida descemos e me trancou com minha mãe no quarto. Comecei a entrar em estado de choque. Mas minha mãe pediu que eu ficasse calmo que Deus estava conosco. Decidi abri a janela e pulei de uma altura de cinco metros. Ao chegar na garagem eles não levaram o carro. Mas levaram a chave e controle do portão”, contou Lima Rodrigues.

O padre ainda revelou que ao sair do local, um dos bandidos disse: “Você irá sair das Rocas”. Lima Rodrigues, por fim, completou: “Fui para essa paróquia enviado por Deus e com a graça dele irei cumprir minha missão”.