Category: Notícias

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos em São Paulo

Olinda Bolsonaro e seu filho Jair / Reprodução/Twitter/@jairbolsonaro

A mãe do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), Olinda Bonturi Bolsonaro morreu na madrugada desta sexta-feira, 21. Ela estava internada desde a última segunda-feira, 17, no Hospital São João, em Registro, no Estado de São Paulo. A informação foi divulgada pelo próprio presidente nas suas redes sociais, mas a causa da morte ainda não foi apontada. “Com pesar o passamento da minha mãe querida. Que Deus a acolha em sua infinita bondade. Nesse momento, me preparo para retornar ao Brasil”, escreveu o presidente durante sua visita oficial ao Suriname em um tweet publicado às 2h34, no horário de Brasília. A previsão é de que Bolsonaro chegue em São Paulo por volta das 13 horas. Ele deve ir direto para o interior o Estado, onde ocorrerá o velório. A publicação do presidente no Twitter ainda contém uma homenagem à mãe em vídeo, com diversas fotos dela ao som de uma música cantada em italiano. Confira abaixo. 

Em sua última visita à mãe, em agosto de 2021, o presidente Jair Bolsonaro foi acompanhado de três dos seus filhos, o senador Flávio Bolosnaro (PL-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Uma foto dos quatro com a matriarca foi publicada nas redes sociais de Flávio. Nenhum deles aparece usando máscara de proteção contra a Covid-19. Na época, o presidente disse em entrevista a um veículo de imprensa que a mãe havia sofrido um sangramento e afirmou que poderia ser a última vez que a veria. “Minha mãe está com 94 anos, por assim dizer, ela não me reconhece mais. Teve um problema grave de sangramento nos últimos dias e eu resolvi visitá-la porque pode ser que seja a última vez”, comentou.

Na manhã desta sexta, a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do governo federal publicou uma nota de pesar na qual se solidarizou com o presidente e seus familiares, afirmando que “une-se a toda a equipe de governo e aos brasileiros em condolências e orações pelo falecimento da senhora Olinda Bonturi Bolsonaro, mãe do Presidente Jair Bolsonaro. Que Nosso Senhor acolha a alma de Dona Olinda e ampare o senhor Presidente da República e demais familiares”.

Jovem Pan

Familiares e amigos se despedem de Elza Soares em velório no Theatro Municipal do Rio

Velório de Elza Soares está acontecendo no Teatro Municipal do Rio de Janeiro / JOSE LUCENA/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO

O velório da cantora Elza Soares, que morreu na última quinta-feira, 20, aos 91 anos, está acontecendo no Theatro Municipal do Rio de Janeiro nesta sexta-feira, 21. Desde às 8h, familiares e amigos estão se despedindo da artista que deixa um grande legado na música brasileira. Dilma e Virna, filhas da cantora, foram as primeiras a chegarem no local e não quiserem falar com a imprensa. 

O velório foi aberto ao público às 10h e, por enquanto, a movimentação no local segue tranquila. O velório deve ser encerrado por volta das 14h, podendo atrasar. Depois disso, o Corpo de Bombeiros fará o translado do caixão em carro aberto da região da Cinelândia até o Jardim Saudade, que fica na zona Oeste do Rio. O cortejo passará pela Avenida Atlântica, local em que Elza morou por muitos anos.

Jovem Pan

PANDEMIA: Uns morrem, outros ficam trilionários; Fortuna dos 10 homens mais ricos do mundo mais que dobrou durante pandemia

Foto: Joe Raedle / AFP

Desde que a pandemia eclodiu em março de 2020, um novo bilionário surgiu quase todos os dias. As fortunas dos 10 homens mais ricos do mundo – incluindo Elon Musk, Jeff Bezos e Bill Gates – mais que dobraram para US$ 1,5 trilhão, tornando-os seis vezes mais ricos do que os 3,1 bilhões de pessoas mais pobres do mundo, disse a Oxfam em relatório para embasar discussões online de líderes políticos e empresariais do Fórum Econômico Mundial.

Enquanto isso, mais 160 milhões de pessoas foram empurradas para a pobreza durante a pandemia, disse a instituição, citando números da lista dos bilionários da Forbes de 2021, do Global Wealth Databook do Credit Suisse e do Banco Mundial.

“A pandemia tem sido uma bonança bilionária”, disse a diretora executiva da Oxfam Internacional, Gabriela Bucher, em entrevista. “Quando os governos fizeram os pacotes de resgate e injetaram trilhões na economia e nos mercados financeiros para apoiar a economia para todos, o que aconteceu é que muito disso foi para os bolsos dos bilionários”.

O desenvolvimento de vacinas tem sido uma das histórias de sucesso da pandemia, mas Bucher disse que foram “acumuladas pelos países ricos” que buscam proteger os monopólios farmacêuticos.

Um imposto único de 99% sobre os 10 homens mais ricos da pandemia poderia render mais de US$ 800 bilhões e ser usado para financiar esse esforço e outros gastos sociais progressivos, disse o grupo.

O dinheiro “poderia pagar vacinas para todo o mundo, ter sistemas de saúde para todos”, disse Bucher. “Também seríamos capazes de compensar os danos das mudanças climáticas e ter políticas que abordem a violência de gênero”, deixando os 10 bilionários US$ 8 bilhões mais ricos do que eram no início da pandemia, acrescentou.

A Oxfam pediu que os países ricos abram mão das regras de propriedade intelectual sobre as vacinas contra a covid-19, em um esforço para expandir sua produção.

Mas a organização observou que os Estados Unidos e a China, as duas maiores economias do mundo, estão começando a considerar políticas destinadas a combater a desigualdade, como aumentar as taxas de impostos sobre os ricos e tomar medidas contra os monopólios corporativos. “A questão é que a desigualdade extrema não é inevitável e é por isso que nos traz esperança”, disse Bucher.

Estadão Conteúdo / BG

Lei prevê multa de até R$ 50 mil entre punições para donos de postos que fraudarem bombas de combustíveis no RN

Foto: Divulgação / Ipem

O governo do Rio Grande do Norte sancionou uma lei que pune proprietários de postos de combustíveis que fraudarem bombas de combustível com perda de inscrição estadual e multa de até R$ 50 mil. A norma foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do último sábado (15) e já está em vigor.

O Projeto de Lei apresentado pelo deputado estadual Hermano Morais (MDB) foi aprovado em dezembro pela Assembleia Legislativa e virou a Lei 11.057/2022, sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT).

De acordo com o texto, os infratores podem sofrer aplicação de penalidades, como multa e suspensão temporária de funcionamento do estabelecimento. Além disso, podem ter a inscrição no cadastro de contribuinte do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços – cassada por fraude metrológica na revenda varejista de combustíveis.

O valor da multa pode variar de R$ 5 mil e R$ 50 mil e será estipulada de acordo com a gravidade da infração, a vantagem conseguida, a condição econômica do infrator e seus antecedentes. Os infratores podem sofrer ainda sanções de natureza civil ou penal.

A lei determina que a cassação se estenderá aos sócios do estabelecimento penalizado, pessoas físicas ou jurídicas, punidas com o impedimento de exercerem o mesmo ramo de atividade, mesmo que em estabelecimento distinto daquele, pelo prazo de cinco anos.

As infrações deverão ser apuradas pela Secretaria de Estado da Tributação e comprovadas por meio de laudo elaborado pelo Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem/RN).

g1 RN/BG

Jovem Pan News é vencedora do prêmio ‘Veículos de Comunicação’

Jovem Pan News foi a vencedora na Categoria Rádio Nacional do 35º Prêmio Veículos de Comunicação / Reprodução/Youtube/Jovem Pan

O jornalismo de credibilidade do Grupo Jovem Pan foi reconhecido mais uma vez com a conquista do prêmio “Veículos de Comunicação” na categoria “Rádio Nacional” realizado pela Revista Propaganda. Os profissionais de mídia e CEOs das principais agências de publicidade do país indicaram espontaneamente os veículos que mais se destacaram no ano em cada uma das categorias. Esta foi a 35ª edição da premiação e, em toda a sua história, a Jovem Pan conquistou mais da metade dos troféus. Este foi o 18º. Armando Ferrentini diz que a expansão desta nova fase com a TV Jovem Pan News é uma extensão do trabalho já bem sucedido do grupo, que alia a informação de qualidade com opinião, prestação de serviço e entretenimento.

“A Jovem Pan tem velocidade. Uma velocidade de fazer com que isso aconteça muito rapidamente e, com isso, ela não perde audiência, pelo contrário, ganha cada vez mais audiência. Acima de audiência, ganha mais simpatia”, apontou o presidente da Revista Propaganda. Um dos principais pontos levados em consideração pelos jurados na maior premiação do país nesta área foi a agilidade do veículo de comunicação, que se antecipou ao futuro. A rádio que virou TV e que se transforma a todo instante se adiantando às novas tendências. O grupo Jovem Pan tem como foco levar um conteúdo de qualidade em multiplataforma, sempre priorizando seus ouvintes, internautas e telespectadores em um trabalho incansável, 24 horas por dia, sete dias por semana.

“Já esperávamos por isso há muito tempo. Por quê? Porque o bom sempre procura fazer com quem o seu bom produto atinja outros canais que ele possui dentro do conglomerado. Então, melhorando um, forçosamente tem que melhorar outro, e assim por diante. O primeiro teste, que é o do primeiro produto, já passou pelo público. O público aplaudiu. Ora, se o público aplaudiu, é evidente que jogando isso para um segundo estágio, para um segundo produto, o público aplaudirá também”, explica Ferrentini. O entendimento publicitário é que não é nada fácil se manter no topo ao longo de décadas. A visão é que o protagonismo por tanto tempo do grupo Jovem Pan só é possível pelos constantes investimentos em equipamentos de última geração e estúdios de alta tecnologia que são colocados à disposição dos profissionais que levam ao ar a programação que vai para o público, seja no carro, no celular, na casa ou no trabalho. Porque, no final das contas, ninguém faz sucesso sozinho.

*Com informações do repórter Daniel Lian

Grande Natal tem crescimento de 35,6% em furtos durante 2021

Imagem: reprodução

O número de crimes contra o patrimônio voltou a crescer em 2021 na Região Metropolitana de Natal após dois anos seguidos de queda. Os dados, da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed/RN), apontam que, no ano passado, os furtos (tipificação criminal que teve maior aumento) a residências e estabelecimentos comerciais na região cresceram 35,6%, no comparativo entre 2020 e 2021. Se comparados os anos de 2019 e 2021, a alta foi de 22,3%.

Além disso, os dados da Coine se referem a crimes como roubos e arrombamentos a residências e estabelecimentos comerciais e trazem um recorte dos anos de 2018, 2019, 2020 e 2021. Em relação a furtos, segundo a Coordenadoria, os registros de 2018 apontam para 434 ocorrências; em 2019, foram 438; em 2020, a Coine indica 395 furtos; e em 2021, os números, que haviam sofrido redução no ano anterior, voltaram a apresentar alta: 536.

No caso dos crimes de arrombamentos, os aumentos na Região Metropolitana foram de 20,6% (se comparados os anos de 2020 e 2021) e de 11,5% (se comparados 2019 e 2021). Em números absolutos, foram registrados 505 arrombamentos em 2018; 398 em 2019; 368 em 2020 e, em 2021, após dois anos de queda, os números contabilizaram 444 ocorrências. Natal lidera o ranking de todos os registros. No ano passado, foram 324 crimes de arrombamentos a residências e prédios comerciais na capital, aumento de 17,8% em relação a 2020 (com 275 ocorrências) e de 14,08% se comparado a 2019 (com 284 registros).

O que diz a polícia

A Polícia Civil informou que, os casos de furtos mediante arrombamento, ocorrem, na maioria das vezes, em estabelecimentos comerciais, à noite, quando a ocupação nesses locais e a vigilância noturna dos próprios donos diminuem. A corporação explicou que são práticas executadas, geralmente, por pessoas em situação de rua ou dependentes químicos. “São pessoas que revendem os produtos dos crimes para receptadores em troca de dinheiro para a compra de drogas”, disse o delegado de Polícia Civil, Renê Lopes.

Para os casos de roubo (ações que fazem uso da força e de armas), segundo o delegado, o perfil é de “criminosos contumazes, muitas vezes ligados a alguma facção criminosa e que praticam esse tipo de ação para sustentar um determinado padrão de vida ou que possuem dívida de tráfico de drogas e enveredam para o roubo a fim de obter recursos para quitá-las”.

NúmerosArrombamentos em residências e estabelecimentos comerciais na Grande Natal

2018: 505

2019: 398

2020: 368

2021: 444

Roubos em residências e estabelecimentos comerciais na Grande Natal

2018: 1.347

2019: 1.181

2020: 1.187

2021: 1.220

Furtos em residências e estabelecimentos comerciais na Grande Natal

2018: 434

2019: 438

2020: 395

2021: 536

Fonte: Coine/SesedTribuna do Norte / BG

EMPARN prevê chuvas em todas as regiões do RN até o dia 20; Defesa Civil irá monitorar precipitações

 Foto: Maria Lima

Várias cidades potiguares tem visto a chuva chegar e molhar terras e plantações. Segundo informações da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), as precipitações devem continuar em todas as regiões do Rio Grande do Norte até o dia 20 de Janeiro.

Em todo o estado, a região Alto Oeste foi a que registrou a melhor quantidade de chuvas. São Miguel, Major Sales e Coronel João Pessoa, Venha Ver e Garganta são Algumas das cidades que estão presentes na região.

Na quinta 13, chuvas de granizo foram relatadas em cidades como Lagoa Nova, São José do Seridó, Jardim do Seridó, São Vicente e Acari. Segundo Gilmar Bristot, pesquisador da EMPARN, comentou sobre o fenômeno.

“Não é normal acontecer uma chuva de granizo nessa faixa equatorial, aqui no Nordeste. A temperatura média é elevada na atmosfera, então você precisa ter uma formação de nuvens que formam o relâmpago e a trovoada para que isso aconteça”, disse ele, em entrevista ao Bom Dia RN/Inter TV Cabugi.

Na mesma entrevista, Gilmar também explicou que “a gotícula de chuva precisa ultrapassar a linha de congelamento na atmosfera” para que chuvas de granizo se formem, o que faz do fenômeno algo realmente raro.

Defesa Civil irá monitorar chuvas

A Defesa Civil irá monitorar as regiões potiguares durante todo o período chuvoso. Conforme informações divulgadas pelo Bom Dia RN/ Inter TV Cabugi, o órgão prepara “planos de contingência” (como resgate e abrigamentos) em casos de deslizamentos e enchentes. Segundo a DC, a região semiárida, pode sofrer com “episódios extremos” causados pela chuva. Mas os planos de contingência ajudariam nesse caso.

Agora RN / BG

CHUVAS NO RN: Em 24 horas, Parelhas tem chuva três vezes maior que média histórica para o mês

Foto: Reprodução

A cidade de Parelhas, no Seridó, registrou chuvas acima da média histórica para o mês de janeiro em um único dia. Nas últimas 24 horas, entre o período o período das 7h dessa quarta (12) e o mesmo horário desta quinta-feira (13), o volume de precipitação registrado foi de 81 mm. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), a média histórica para o primeiro mês do ano na cidade é de 26,8 mm, três vezes menos do que choveu só entre ontem e hoje.

As chuvas intensas, inclusive, provocaram o cancelamento de um evento na cidade. Até 22 de janeiro acontece a festa do padroeiro de Parelhas, São Sebastião, e a cidade conta com atrações culturais. Nessa quarta, a programação contava com apresentação de Raí Saia Rodada, mas a prefeitura optou por adiar para esta quinta por motivos de segurança.

Moradores da cidade relataram que as chuvas começaram à tarde e se estenderam pela noite.

Mais chuvas

Outras cidades potiguares também registram bons volumes de chuvas entre quarta e esta quinta-feira. Umarizal teve volume de precipitação de 56 mm, e Itaú, de 41,4 mm. Todas as quatro mesorregiões do Estado tiveram cidades que receberam chuvas.

Tribuna do Norte /BG

PM prende suspeito de assassinar ex-vice-prefeito em lava jato de Natal

Foto Ilustrativa: Reprodução

Policiais militares do 1º Batalhão prenderam hoje (12) no Paço da Pátria Jadson Luan Damasceno, de 24 anos, que é um dos suspeitos de assassinar o ex-vice-prefeito de Boa Saúde, Pedro de Birico. A identificação dele já havia ocorrido por meio de imagens divulgadas nas redes sociais, mas ainda faltava a localização dele.

De acordo com os policiais militares da força tática do 1º Batalhão, eles estavam fazendo patrulhamento a pé quando localizaram Jadson Luan. Ele então foi questionado pelos PMs e confirmou a autoria do crime, sendo então conduzido para a Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Civil.

O caso

Ex-vice prefeito de Boa Saúde, Pedro de Birico foi assassinado na semana passada, em um lava jato na avenida Deodoro da Fonseca. A linha inicial de apuração apontava para um latrocínio, visto que os dois bandidos haviam tentado levar alguns dos veículos do lava jato quando a vítima reagiu, usando um martelo, e acabou baleada.

Portal 96FM / BG

Asteroide com 1 km de largura passará perto da Terra nos próximos dias

Objeto não será visível a olho nu, mas pode ser detectado por microscópios / Reprodução

Um asteroide com cerca de um quilômetro de largura deve se aproximar da Terra no dia 18 de janeiro, próxima terça-feira, às 18:51. A informação foi divulgada pela Nasa, que afirmou que o corpo não entrará em colisão com o planeta, mas será o mais perto a passar nos próximos dois séculos. Descoberto pela agência espacial em meados de 1994, o asteroide foi nomeado como 7482 (1994 PC1) e está se movendo a 76.192 km/h, a uma distância de quase dois milhões de quilômetros da Terra. Segundo o portal científico Earth Sky, o objeto não poderá ser visto a olho nu, no entanto, há a possibilidade que pequenos microscópios possam localizá-lo.

Apesar do recorde de proximidade com a Terra, o 7482 (1994 PC1) não será o maior a passar por aqui. Esse posto pertence a outro asteroide, o 3122 Florence (1981 ET3), que se aproximou do planeta em setembro de 2017. Como método de análise, a Nasa entende todos os asteroides e cometas que estiverem a 48 milhões de quilômetros da órbita terrestre como ‘próximos’. A medida é utilizada também para prevenção de danos graves e já é usada como base para o desenvolvimento de tecnologias que impossibilitem possíveis colisões.

Jovem Pan

Chuvas deixam mais de 113 mil pessoas fora de casa em oito estados

Foto: ELVIRA NASCIMENTO / PHOTOPRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

As fortes chuvas que atingem o Brasil nos últimos dias já fizeram com que mais de 113 mil pessoas tivessem de deixar suas casas em oito estados brasileiros, segundo levantamento realizado pela Agência CNN nesta terça-feira (11). O número considera a soma de desabrigados e desalojados.

Os conceitos de desabrigado e desalojado são diferentes. Desabrigado é aquele que perdeu a casa e está em um abrigo público. O desalojado teve de deixar sua casa –não necessariamente a perdeu– e não está em abrigos, mas sim na casa de um parente, amigo ou conhecido, por exemplo.

A Bahia é o estado mais atingido, com mais de 87 mil pessoas que tiveram de deixar suas moradias. Segundo dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), aproximadamente 856 mil pessoas foram atingidas, com ocorrências em 183 municípios.

Minas Gerais vem em seguida, com cerca de 17 mil pessoas afetadas. Nas últimas 24 horas, as chuvas causaram dez mortes no estado.

Segundo levantamento das polícias Rodoviária Federal e Militar Rodoviária do estado, 138 rodovias estaduais e federais estão obstruídas. A plataforma do sistema rodoviário indica que 96 rodovias estão parcialmente interditadas e outras 42 estão totalmente obstruídas.

Desabrigados e desalojados pelas chuvas no Brasil

  • Bahia: 87.550 pessoas fora de casa
  • Minas Gerais: 17.237 pessoas fora de casa
  • Rio de Janeiro: 3.400 pessoas fora de casa
  • Tocantins: 1.780 pessoas fora de casa
  • Espírito Santo: 1.690 pessoas fora de casa
  • Pará: 994 pessoas fora de casa
  • Maranhão: 842 pessoas fora de casa
  • Piauí: 452 pessoas fora de casa

CNN Brasil / BG

Cirurgiões transplantam com sucesso o coração de porco para uma pessoa nos EUA

Coração de porco geneticamente modificado foi transplantado para ser humano com sucesso / Banco de imagens/Estadão Conteúdo

Em um feito inédito na medicina, uma equipe de cirurgiões americanos transplantou o coração de um porco geneticamente modificado para um ser humano. O paciente, um homem de 57 anos chamado David Bennett, não tinha condições de receber o órgão humano. Antes da operação, David sobrevivia graças a um equipamento. Agora, diz estar ansioso para se recuperar. Segundo a Universidade de Maryland, o procedimento realizado na sexta-feira, 7, demonstrou, pela primeira vez, que o coração de um animal pode continuar batendo em uma pessoa sem rejeição imediata.

As válvulas cardíacas de um porco já são amplamente utilizadas atualmente em humanos, já que o animal é considerado um doador ideal devido ao tamanho e facilidade de reprodução. A novidade, agora, é que o porco utilizado na operação pertencia a um rebanho que passou por uma modificação genética para evitar a rejeição do órgão no paciente. O responsável pela operação, Bartney Grift, disse que o resultado é revolucionário e traz esperança a milhares de pacientes que passam anos aguardando na fila por um transplante. Só nos Estados Unidos, cerca de 110 mil pessoas estão esperando por um transplante, sendo que mais de 6 mil pacientes morrem a cada ano antes de receber o órgão.

Jovem Pan

TRISTEZA: Morre o ator e humorista Batoré, aos 61 anos, em São Paulo

Vídeo de Batoré falando do STF viralizou nas redes sociais / Foto reproduzida

Morreu nesta segunda-feira, 10, em São Paulo, o ator e humorista Ivanildo Gomes Nogueira, conhecido como Batoré. Ele tinha 61 anos, tratava um câncer e estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, zona norte da capital paulista. “A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), lamenta informar que o paciente Ivanildo Gomes Nogueira (Batoré) faleceu nesta segunda-feira (10), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pirituba.

Os devidos esclarecimentos médicos foram repassados à família”, diz a íntegra do comunicado divulgado pela administração paulista. Natural da cidade de Serra Talhada, no Estado de Pernambuco, o humorista se mudou para São Paulo ainda criança. O artista integrou o elenco do programa humorístico “A Praça é Nossa”, do SBT, e fez o papel do delegado Queiroz na novela “Velho Chico”, da TV Globo. Além dos trabalhos na televisão, Batoré foi vereador de Mauá, por dois mandatos. O velório será em Cabreúva, no interior de São Paulo.

TERÁ SIDO O CARNATAL? Com novos casos de Covid-19 e gripe, MPRN suspende atendimentos presenciais

Foto reproduzida

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) vai suspender novamente o atendimento presencial ao público externo, excetuadas situações comprovadamente excepcionais. O motivo da suspensão é o aumento dos casos confirmados e da taxa de transmissibilidade da Covid-19 no Estado e o crescimento do número de acometidos com síndromes gripais, com sintomas semelhantes ao da Covid, e a sobrecarga nos atendimentos de urgência nas unidades de saúde. A medida passa a valer já a partir desta segunda-feira (10).

Para tomar essa decisão, o MPRN levou em consideração a crescente confirmação de casos de Covid-19 de integrantes da instituição e a necessidade de evitar a transmissão da doença, resguardando a saúde dos integrantes e demais colaboradores do MPRN, bem como da população.

O retorno das atividades presenciais, enquanto não estiver controlada a disseminação da Covid-19 em todo o território do Rio Grande do Norte, ocorrerá de forma gradual, por meio de rodízio, no percentual de até 50% do total de integrantes nas respectivas unidades, respeitando o distanciamento social entre as estações de trabalho, de modo a conciliar a preservação da saúde e a produtividade institucional, cabendo às respectivas chefias imediatas a definição de escalas de trabalho.

O horário de funcionamento do MPRN será, de forma presencial e remota, de segunda a quinta-feira, das 8h às 15h, e sexta-feira, das 8h às 14h, bem como, apenas remotamente, de segunda a quinta-feira, das 15h às 17h. Com isso, fica suspensa a contabilização de créditos e eventuais compensações do banco de horas dos servidores.

O horário de atendimento ao público ocorrerá, de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h e, sexta-feira, das 8h às 14h, pelos meios disponíveis no portal do MPRN (clique aqui), tais como e-mail e telefone funcional.

Além dessas formas de atendimento, estão disponíveis o WhatsApp do Gaeco (98863-4585) e da Ouvidoria do MPRN (99994-6057), e, fora do horário de expediente, o telefone de Atendimento ao Cidadão (99972-5298).

Fica suspensa a realização de eventos, cursos e treinamentos presenciais dentro do MPRN.

BG

‘Faltou fiscalização e capacidade técnica dos barqueiros’, diz especialista sobre Capitólio

Alessandro Azzoni acredita que o acidente deve levar a revisões na região, com a instalação de medidas cautelares / Reprodução/YouTube

O desabamento de um cânion em Capitólio, cidade de Minas Gerais, pode levar à responsabilização do Estado, do município e até da Marinha do Brasil. A avaliação é do advogado especialista em Direito Ambiental Alessandro Azzoni. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, ele explicou quais autoridades eram responsáveis pela fiscalização do local turístico. “Compete ao Estado e ao município a questão do mapeamento. Caso o município não tenha capacidade técnica para fazer o mapeamento geológico, então compete ao Estado o assessoramento da responsabilidade geológica. E mesmo tendo uma legislação local que proíbe a questão de ancoragem dos barcos, faltou uma fiscalização tanto da Marinha quanto do município no turismo”, afirmou, reforçando que, neste caso, há mais responsabilidade civil do que ambiental.

Azzoni também reforçou o alerta da Defesa Civil, emitido horas antes do desabamento, que alertava para o risco na região. Na avaliação dele, considerando a mensagem e os avisos de outras lanchas, feitos momentos antes da queda, é possível dizer que também houve uma imprudência dos barqueiros. “As que sofreram os acidentes fatais permaneceram no local. Isso pode ser uma questão de imprudência dos barqueiros, mas também do próprio turismo no local à frente desses alertas. Minas está sofrendo uma pressão pluviométrica muito grande em todo o seu território e isso também potencializa [os riscos]. O alerta da Defesa Civil e das outras lanchas mostra que faltou uma fiscalização e capacidade técnica dos barqueiros”, completa.

A respeito do desabamento e da responsabilidade das autoridades, Alessandro Azzoni acredita que o acidente deve levar a revisões na região, com a instalação de medidas cautelares, como o cabeamento de partes fragilizadas e maior fiscalização da Marinha. “Estamos falando de eventos extremamente raros. Como é raro, você não tem uma previsão de que isso venha a acontecer, então provavelmente as administrações regionais acabavam ignorando esses acontecimentos. Isso vai abrir um precedente para que seja monitorado e evite os acidentes, que são raros, mas acontecem”, finaliza.

Jovem Pan