Baleado após confronto com a polícia, Lázaro ainda foi ainda encaminhado ao hospital até ter morte oficializada

Foto: Reprodução

Lázaro Barbosa Sousa, de 32 anos, foi morto pela polícia nesta segunda-feira, após mais um confronto com agentes que integram a força-tarefa criada para procurá-lo. Após ser baleado, ele chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante os últimos 20 dias, 270 policiais vinham procurando por Lázaro — suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal e uma em Goiás.

Com O Globo