Aos 45 anos morre o apresentador do SPORTTV Rodrigo Rodrigues

Rodrigo Rodrigues integra time de apresentadores do SporTV (Foto: Divulgação)

Rodrigo Rodrigues morreu aos 45 anos de idade na manhã desta terça-feira (28). A informação foi confirmada pela comunicação do Grupo Globo. Diagnosticado com Covid-19, o jornalista estava internado em um hospital do Rio de Janeiro desde sábado (25).
O apresentador estava internado em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed-Rio. Há duas semanas, ele foi diagnosticado com o coronavírus. Além da TV Globo, onde comandou esporadicamente o Globo Esporte, o jornalista fez parte do time de apresentadores do SporTV. Além do coronavírus, Rodrigo teve uma trombose intracraniana e precisou passar por uma cirurgia no cérebro.
A assessoria de imprensa da unidade hospitalar divulgou uma nota no início da tarde de terça-feira. “O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues. O paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, em unidade de terapia intensiva, desde o último domingo, 26/07, após ter sido submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro grave e diagnóstico prévio de Covid-19. Toda a equipe do Hospital Unimed-Rio se solidariza com familiares, amigos e admiradores do trabalho de Rodrigo Rodrigues”, diz o comunicado.
Amigos e famosos lamentam a morte de Rodrigo Rodrigues:
Guga Chakra, jornalista: “Meus sentimentos para a família do Rodrigo Rodrigues, jornalista esportivo da SPORTV. Aos 45 anos, faleceu em decorrência de complicações relacionadas à Covid19.”
Rosana Hermann, apresentadora: “Estou aqui chorando e vendo os emails trocados com Rodrigo Rodrigues, desde 2007, as trocas de convites, os tweets. Fui nas noites de autógrafos dele e ele, nas minhas. A gente sempre foi amigo, sempre se prestigiou. Eu tô muito mal.”
Paulo Vinícius Coelho, jornalista: “O vírus maldito atacou justamente o cérebro genial de Rodrigo Rodrigues.”
André Kfouri, jornalista: “Rodrigo Rodrigues estava sempre sorridente. Sempre. Não é força de expressão. Ele certamente está sorrindo agora, mesmo num dia brutalmente triste como este. Vai em paz, RR. Até um dia.”
CARREIRA
Rodrigo Rodrigues iniciou a carreira em 1995, na Rede Vida, dois anos antes de ingressar na faculdade. Em 2001, passou a integrar a equipe do programa Vitrine, apresentado por Marcelo Tas, na TV Cultura, onde ficou até meados de 2003, quando foi para o SBT e trabalhou como repórter do Programa Cor-de-Rosa, do universo de celebridades, comandado por Silvia Abravanel.
Em 2005, mudou-se para a TV Bandeirantes e, em seguida, retornou para a TV Cultura, para ancorar o Cultura-Meio Dia ao lado de Maria Júlia Coutinho. Ele permaneceu na função até 2010. “Senti muito pela morte dele. No meu início de carreira, trabalhei com ele apresentando um telejornal, afirmou a jornalista, ao falar sobre a morte do colega durante o SP1.
QUEM