ABSURDO! Funcionária do INSS trata mal mulher sem mãos e pernas por não poder assinar requerimento de pedido de benefício, pedido negado

Foto/Reprodução

Segundo a notícia do G1 de Rondônia uma mulher teria tido o benefício negado por parte do INSS por não ter mãos e pernas, e não poder assinar o documento do requerimento.

Mas ao ler a matéria percebemos que a mulher, ex-sinaleira Cleomar Marques conta que entrou com três pedidos no INSS em 2019, mas todas as solicitações foram negadas. Uma delas porque Cleomar não poderia assinar os papéis.

Continua Cleomar: “Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘quem vai assinar? Você assina?’. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, afirma.

Se esse procedimento da funcionária ocorreu dessa forma, é notório que houve mal trato por parte da funcionária do INSS, a qual deveria responder em procedimento administrativo.

Isso não exclui a responsabilidade objetiva do INSS.

Diário Vip