Archive for outubro 15th, 2021

Profissionais do SAMU protestam por falta de pagamento pelo Governo

Foto cedida

Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) farão paralisação por 2 horas em protesto pela falta de repasse dos pagamentos pelo Governo do Estado. Motoristas, maqueiros e cozinheiros se reuniram na sede do SAMU Metropolitano, em Macaíba.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde Pública afirmou que o pagamento dos serviços contratados aos prestadores tem sido feito regularmente ao longo dos últimos meses, bem como está cumprindo o prazo dos 90 dias, conforme contratualizado, além de estar em tratativas para equacionar possíveis eventualidades.

Ainda em nota, o Governo destacou que a responsabilidade trabalhista com os servidores é da empresa contratada, que deve arcar com honorários, férias e outras atribuições.

Novo Notícias / BG

Subtenente Eliabe requer instalação de Delegacia da Mulher em Currais Novos

O deputado estadual Subtenente Eliabe (SDD) protocolou requerimento solicitando ao titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED), Coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, e ao comandante Coronel Alarico José Pessoa de Azevedo Júnior, a implementação da Delegacia da Mulher no município de Currais Novos.

“A  implantação da Delegacia da Mulher irá contribuir para um atendimento mais humanizado às mulheres vítimas de violência, tais como: violência doméstica, assédio, estupro, agressões psicológicas e outros”, destacou.

O parlamentar justificou que “por  meio  da  delegacia, os serviços de  segurança serão oferecidos com qualidade, garantindo mais dignidade e  justiça, fortalecendo a cultura de paz em nossa sociedade”.

CPI da Covid aprova quebra de sigilos de secretário-executivo do Consórcio Nordeste

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, nesta quinta-feira (14), a quebra dos sigilos telefônico, telemático, bancário e fiscal do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Eduardo Gabas. O requerimento do presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), foi aprovado à unanimidade pelos membros presentes: Francisco do PT, que é o relator, Gustavo Carvalho (PSDB) e Ubaldo Fernandes (PL), suplente do deputado George Soares (PL) na comissão.

Durante a reunião, o deputado Kelps Lima apresentou o requerimento, mas disse que os dados que justificavam a quebra do sigilo das informações são confidenciais e somente os parlamentares terão acesso, assim como aos dados que forem repassados à CPI pelas instituições. O período dos dados que serão solicitados também não foram expostos pela CPI, que vai oficiar as instituições devidas para que as informações sejam repassadas à comissão.

O secretário-executivo foi convocado pela CPI da Covid na condição de investigado e permaneceu em silêncio durante o depoimento, no dia 6 de outubro, sendo liberado pelos parlamentares após informar que não responderia a nenhuma das perguntas. A Justiça do Rio Grande do Norte havia concedido habeas corpus para que Carlos Gabas não precisasse responder aos questionamentos dos parlamentares.

Depoimentos

Ainda na reunião, os deputados ouviram mais dois depoimentos sobre contratos investigados pela CPI. O ex-subcoordenador de Serviços Gerais da Sesap Carlos Thomas Araújo da Silva falou sobre o processo de busca para a contratação de empresa do Piauí para realização de inquérito sorológico. Além dele, que falou como testemunha, a CPI ouviu na condição de convidado Angelo Giuseppe Roncalli da Costa Oliveira, servidor da PPGScol/UFRN, que participou da discussão sobre a necessidade do inquérito.

Ambos responderam a questionamentos dos parlamentares, principalmente, sobre os motivos pelos quais o inquérito precisou ser realizado, sobre como foi a escolha da empresa, os motivos pelos quais as empresas de pesquisa do Rio Grande do Norte não foram contatadas e se a não realização de parte dos testes necessários prejudicou a pesquisa.

Grupo Pão de Açúcar vende 71 lojas do Extra ao Assaí por R$ 5,2 bilhões; bandeira Extra Hyper será descontinuada no RN

O Assaí informou na 4ª feira (14.out.2021) que fechou acordo com o GPA (Grupo Pão de Açúcar) para a compra de 71 lojas da rede de hipermercados Extra. O valor total da transação é de R$ 5,2 bilhões.

Em comunicado conjunto ao mercado (íntegra – 170 KB), as empresas informaram que o Assaí pagará R$ 4 bilhões ao Grupo Pão de Açúcar para assumir as 71 lojas. Esse montante será quitado em parcelas que vão de dezembro de 2021 a janeiro de 2024. O restante, R$ 1,2 bilhão, é referente a venda de 17 imóveis do GPA a um fundo imobiliário, com a “interveniência e garantia” do Assaí.

Os recursos devem ser usados para reduzir o endividamento do GPA.

As duas empresas são controladas mesmo grupo, o francês Casino. No comunicado, as companhias referem que a transação foi aprovada “exclusivamente com os votos dos conselheiros independentes de GPA e Assaí”.

Com a operação, o Pão de Açúcar sai do segmento de hipermercados. O grupo vai se focar em lojas de menor porte.

Jorge Faiçal, CEO do GPA, afirmou que “a transação representa uma oportunidade única de intensificar o foco e a aceleração da expansão dos negócios de maior rentabilidade da companhia por meio dos segmentos premium e de proximidade, notadamente com as bandeiras Pão de Açúcar, Minuto e Mercado Extra”.

Segundo ele, a bandeira Extra Hiper será descontinuada e “as lojas não abarcadas pela transação serão convertidas em formatos com maior potencial de rentabilidade”.

Poder 360 / BG

Quatro assaltantes morrem em confronto com a PM em Extremoz

Quatro assaltantes morreram na noite desta quinta-feira (14), após um confronto com policiais militares, em uma estrada de terra, na cidade de Extremoz. O bando realizou um assalto a uma residência na cidade de Ceará-Mirim momentos antes roubando um veículo e vários pertences das vítimas, mas o crime foi informado para a polícia através do número 190. Após uma perseguição e intensa troca de tiros os indivíduos capotaram o carro. De acordo com a equipe que participou da ação quatro foram baleados e socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. O carro foi recuperado.

BG

Lula defende Dilma e diz que Covid-19 pode ter afetado cérebro de Ciro Gomes

JOÃO ALLBERT/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rebateu nesta quinta-feira, 14, as acusações feitas pelo ex-governador Ciro Gomes (PDT), em entrevista ao Estadão, de que ele teria conspirado pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT). O petista afirmou que o político agiu de forma “banal e grosseira” e insinuou que a Covid-19 pode ter deixado sequelas no cérebro dele. “Eu não vou falar do Ciro. O que ele fez foi tão banal, foi tão grosseiro, que às vezes eu fico pensando, como Jesus Cristo na cruz dizia: ‘Pai, perdoai os ignorantes, eles não sabem o que fazem’”, disse Lula em entrevista à Rádio Grande FM, do Mato Grosso do Sul. “Não sei se o Ciro teve Covid ou não, mas me disseram que quem tem Covid tem problemas de sequelas, alguns têm problema no cérebro, de esquecimento, eu não sei. Mas não é possível que um homem que pleiteia a Presidência da República possa falar as baixarias que ele falou ontem”, continuou.

Após a declaração de Ciro sobre o impeachment de Dilma, a ex-presidente e o pedetista bateram boca nas redes sociais. O político chegou a dizer que se arrepende de ter lutado contra o impeachment de Dilma, que classificou a visão dele como “profundamente misógina”. Lula, por sua vez, disse que lamenta as declarações do ex-governador. “Eu só não sei o que ele está querendo, mas quem planta vento colhe tempestade”, ressaltou. Ainda em entrevista à Rádio Grande FM, Lula foi questionado sobre a possibilidade de fazer uma autocrítica em relação aos governos e casos de corrupção do partido. “Para que eu vou fazer autocrítica se vocês podem me criticar? É mais saudável. Se eu ficar me criticando o que vai sobrar para os outros falarem?”, questionou.

Jovem Pan

Líder do governo entrega a Pacheco requerimento com pedido para que sabatina de Mendonça seja agendada

Documento foi apresentado na tarde desta quinta-feira, 14

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), apresentou, nesta quinta-feira, 14, um requerimento com pedido para que a sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça seja agendada. O documento, ao qual a Jovem Pan teve acesso, foi entregue ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e conta com a assinatura de 33 parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), responsável por sabatinar o indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) – dos 27 membros titulares, 17 assinaram; entre os suplentes, 16 fizeram o mesmo. Na prática, o emedebista sinaliza que a maioria dos membros do colegiado é favorável ao agendamento da sessão. O emedebista começou a consultar os colegas de Casa em busca de assinaturas nesta quarta-feira, 13, no mesmo dia em que a indicação do nome “terrivelmente evangélico”, feita pelo presidente Jair Bolsonaro, completou três meses na gaveta do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), a quem cabe escolher uma data para a reunião.

“Dada a distribuição à CCJ em 19 de agosto de 2021 da Mensagem (SF) n° 36, de 2021, que submete à apreciação do Senado o nome do Senhor André Luiz de Almeida Mendonça para exercer
o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal, e não tendo sido formalizada comunicação escrita à Mesa pelo Presidente da Comissão para a prorrogação do prazo, em face do não cumprimento do prazo, requeremos a imediata definição da reunião desta CCJ para realização da sabatina. A arguição do candidato, conforme as normas para apreciação do Senado Federal sobre a escolha de autoridade disciplinadas no art. 383 do Regimento Interno, é oportunidade para que os Senadores interpelem o indicado sobre assuntos pertinentes ao desempenho do cargo, constituindo-se em etapa essencial para a formulação de juízo dos senadores acerca do cumprimento dos requisitos para a investidura no cargo designado, refletindo na votação que procede à inquirição”, diz o documento.

Suplente da CCJ, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) foi ao Twitter comentar o requerimento apresentado pelo líder governista. “Um ditado antigo ensina que “quando a esperteza é demais, vira bicho e engole o dono”. Dos 27 membros titulares da CCJ do Senado, 17 assinaram requerimento cobrando a pauta da sabatina do indicado ao STF. 16 suplentes fizeram o mesmo. Ninguém está acima da lei”, escreveu o parlamentar. Vieira fez diversas cobranças públicas a Alcolumbre em sessões da comissão. “O senhor tem condição de apontar um único motivo republicano para não fazer o agendamento da sabatina?”, questionou em uma das oportunidades. O ex-presidente do Senado não gostou do tom da cobrança e reagiu. “Senador, depois que Vossa Excelência se lançou à presidência da República começou com essas frases de efeito”, rebateu.

A articulação de Bezerra é mais um instrumento de pressão contra Alcolumbre – à iniciativa do governista soma-se o pedido apresentado ao STF pelos senadores Alessandro Vieira e Jorge Kajuru (Podemos-GO) e a questão de ordem feita pelo senador Esperidião Amin (PP-SC) no início da sessão desta quarta do Senado. Além disso, nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro tem feito críticas à postura do ex-presidente do Senado. Em entrevista exclusiva ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, o chefe do Executivo federal disse que o parlamentar do DEM faz “uma verdadeira tortura” contra André Mendonça. Nesta quarta-feira, 13, porém, o comandante da CCJ reagiu e afirmou, em nota, que não aceitará ser “ameaçado, intimidado, perseguido ou chantageado com o aval ou a participação de quem quer que seja”.

Jovem Pan

Hermano Morais alerta mulheres do RN para prevenção contra o câncer de mama

A importância da campanha Outubro Rosa, movimento internacional de conscientização e controle para o câncer de mama, foi o destaque no pronunciamento do deputado Hermano Morais (PSB) durante a sessão plenária híbrida da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (14).
 
“Quero registrar e reforçar essa campanha através dos nossos gabinetes, levando informação à população para que a mulher mais consciente e com mais oportunidade de realização de exames possa, em tempo hábil, fazer o seu exame e o diagnóstico precoce, pois havendo o diagnóstico precoce, há chance de recuperação. A possibilidade de tratamento menos agressivo, com maiores taxas de sucesso, é algo muito evidente”, disse o deputado.
 
O deputado citou dados do Instituto Nacional do Câncer, o INCA, que tem uma estimativa de mais de 66 mil novos casos para 2021. “É um número que preocupa, por isso o envolvimento da sociedade em torno dessa questão para salvar vidas e preservando da saúde da mulher brasileira, no nosso caso, da mulher potiguar”, afirmou.
 
Hermano enalteceu o trabalho realizado pela saúde pública e com o auxílio da sociedade civil: “Temos no RN a Liga contra o Câncer, o Grupo Reviver e agora uma nova maternidade, do Grupo Delfin, no Hospital Rio Grande, parceiro do SUS, para servir e ajudar na atenção à saúde da mulher e dos potiguares”, finalizou.
 

Deputados direcionam falas em plenário aos profissionais da educação e da saúde

Os deputados estaduais Francisco do PT e Coronel Azevedo (PSC) falaram no horário destinado às lideranças, na sessão ordinária desta quinta-feira (14), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, sobre os profissionais da saúde e da educação. Entre as falas, destacou-se a comemoração do Dia do Professor (15 de outubro).

Francisco do PT lembrou que, nesta sexta-feira (15), comemora-se o Dia do Professor e ele pensa ser razoável que neste ano as homenagens sejam de “reconhecimento e gratidão pelo trabalho árduo realizado e pelos desafios enfrentados durante a pandemia. Nossa defesa pela vida e o respeito aos profissionais de educação nestas comemorações do Dia do Professor e da Professora”.

Na oportunidade, ele citou iniciativas parlamentares em favor desses profissionais, como a lei da escola democrática (Lei nº 10.569/2019), e, mais recentemente, a lei que inclui os profissionais da educação no grupo prioritário na vacinação contra Covid-19 (Lei nº 10.915/2021).

O parlamentar comentou sobre as promoções inerentes à carreira estatutária do magistério, com as mudanças de nível e de letras. “Neste último dia 07, anunciamos aqui o Requerimento de nossa autoria, o qual solicita providências do Governo do Estado no sentido de que estas promoções possam ser avaliadas e implementadas”, informou.

“Nossa comemoração do Dia dos professores sempre se reveste de muita luta, porém este ano tem muito luto e aqui quero destacar o meus pesar a todos os colegas vitimados pela pandemia do Coronavírus, na pessoa do nosso grande companheiro, José Teixeira, coordenador do Sinte/RN, que dedicou sua vida à luta em defesa da educação e dos direitos dos trabalhadores da educação”, disse.

Por outro lado, o deputado Coronel Azevedo lamentou que, de acordo com ele, “a única governadora que foi presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação, e se diz professora, colocou o RN na pior condição da educação do Nordeste, com base nos dados da pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) que avaliou o ensino remoto em 2020. É lastimável ter nossas crianças e adolescentes a mais de um ano e meio sem aula e ver a reabertura das escolas sem a mínima condição de trabalho”. 

O parlamentar também falou sobre os profissionais da saúde, em especial a classe médica do Brasil. “Quero demonstrar o meu apoio incondicional aos médicos do Brasil e do Rio Grande do Norte. Estamos assistindo ataques sem fundamentação, fruto de uma polarização acerca da pandemia. A Defensoria Pública da União (DPU) ingressou com ação contra o Conselho Federal de Medicina (CFM) solicitando indenização de R$ 60 milhões, um verdadeiro absurdo. O CFM é uma autarquia federal em defesa da sociedade brasileira. Eu já me vacinei, mas defendo a liberdade dos pacientes, ouvindo seu médico, tomar a decisão. Há muitos relatos de crianças e adolescentes morrendo por causa da vacinação”, falou.

Ezequiel Ferreira solicita retomada e conclusão de terminal turístico em Apodi

As obras do terminal turístico da barragem de Santa Cruz, localizado em Apodi, na região Oeste potiguar, estão paradas há anos. O local, que deveria ser ponto de visitação para turistas, acabou se transformando em alvo de depredação. Diante desta realidade, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), solicitou a retomada e conclusão das obras do local.
 
“A população de Apodi clama pela finalização dessa importante obra que é o terminal turístico desta que é a segunda maior barragem do Estado e se transformou em um belíssimo ponto turístico, recebendo centenas de visitantes todos os anos, principalmente nos fins de semana e no período de sangria, quando o local nos oferece um verdadeiro espetáculo da natureza”, disse Ezequiel na justificativa do requerimento.
 
A obra previa a construção de dez quiosques, uma piscina que seria abastecida com a água da barragem e um calçadão ao redor do complexo. Mas, até hoje, tudo continua apenas no papel. Com a ação, Ezequiel atende a uma reivindicação do prefeito da cidade, Alan Silveira (MDB), que tem buscado formas para retomar a obra. O documento assinado por Ezequiel foi encaminhado a governadora Fátima Bezerra (PT) e à secretária estadual de Turismo, Ana Maria Costa.