Archive for janeiro 21st, 2021

Confaz autoriza Amazonas a conceder isenção de ICMS sobre oxigênio e outros produtos hospitalares

Foto: (REUTERS/Bruno Kelly)
Foto da Internet

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) autorizou nesta quinta-feira (21), em reunião extraordinária virtual, que o Amazonas isente o oxigênio hospitalar, produto indispensável no tratamento de casos graves de Covid-19, do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O Confaz é formado pelos secretários de Fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal e por integrantes do Ministério da Economia. O presidente do órgão é o secretário especial de Fazenda da pasta, Waldery Rodrigues.

No Amazonas, estado afetado nos últimos dias pela falta do produto, a alíquota do ICMS é de 18% sobre o oxigênio hospitalar comprado de outros estados e revendido no território. Se o produto for produzido e comercializado dentro do Amazonas, a alíquota é de 7%.

A medida vem após o governo federal ter zerado, na semana passada, o imposto de importação incidente sobre cilindros utilizados para transporte de gases hospitalares, em decisão do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

G1AM

Ato simbólico marca início da vacinação contra Covid-19 em Lagoa Nova

Foto cedida

“Uma dose de esperança”, esta foi a frase dita pela servidora, Elisangela Tarcísia de França, do município de Lagoa Nova. Em um dia histórico, ela foi a primeira lagoanovense a ser imunizada com a vacina contra a Covid-19. O ato simbólico que marca o pontapé inicial da vacinação aconteceu no Centro de Saúde Abelardo Macedo, na tarde desta quarta-feira (20), contou com a presença do vice-prefeito Iranildo Aciole, presidente da Câmara Municipal Lourival Francisco, secretário de saúde Ruxley Bernardino, além de servidores, secretários, vereadores e outras autoridades. Toda cerimônia foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da prefeitura.

Aos 45 anos, Elisangela é técnica de enfermagem e há mais de duas décadas atua na sala de vacinação de Lagoa Nova. Representando a Atenção Básica, tem dedicado sua vida à saúde do município. Quem administrou a vacina foi a enfermeira Fabiola Palmeira, coordenadora Epidemiológica de Lagoa Nova.

Além de Elisangela, outras duas pessoas foram vacinadas com a primeira dose da Coronavac. A médica plantonista, Soraya Viana, que representou toda frente hospitalar, os profissionais do serviço de urgência e emergência e a enfermeira Viviane Beatriz, representando a equipe do Centro de Covid.

O secretário municipal de saúde, Ruxley Bernardino, explicou como se dará a administração da vacina e as ações para continuar o controle a Covid. “Recebemos 108 possibilidades de vida. Quero dizer com clareza que a administração do município e todo seu corpo técnico têm nestes últimos dias trabalhado diuturnamente para fazer uma força tarefa para este momento. Temos o Plano Municipal que já pode ser colocado em curso, basta acontecer a chegada de mais doses, seja para completar a vacinação dos nossos profissionais da saúde ou para os outros grupos prioritários, para fazer a administração da vacina. Quero agradecer a todos que estão preparando este momento. Lembramos que temos outras ações e enquanto não chega vacina para toda população, continuaremos traçando, planejando e executando ações para amenizar o número de casos a Covid-19”, contou.

O vice-prefeito, Iranildo Aciole, agradeceu a presença de todos e falou que o mundo estava vendo a vitória da ciência. “Este dia é muito importante e fica marcado na vida de cada um de nós. Que possamos vencer este vírus”.

Lagoa Nova recebeu para primeira fase da vacinação 108 doses que serão administradas na sua totalidade com os profissionais de saúde: trabalhadores da saúde, trabalhadores do serviço de urgência e emergência, trabalhadores do serviço do centro de atendimento ao COVID-19, trabalhadores da atenção básica.

Lei de Ezequiel promove a conscientização e combate à alienação parental no Estado

Crédito das Fotos: João Gilberto

O Rio Grande do Norte passa a contar com a Campanha Estadual Permanente de Conscientização e Combate à Alienação Parental. Lei neste sentido de autoria do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, foi sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT) e já publicada no Diário Oficial do Estado. Segundo a nova lei, também fica instituído como Dia Estadual de Conscientização e Combate à Alienação Parental a data de 25 de abril, passando a integrar o Calendário Oficial do RN. A matéria foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte no fim de 2020.

Consciente da importância de debater esse assunto, a Assembleia Legislativa promoveu em 2019, por iniciativa do deputado Ezequiel Ferreira uma audiência pública seguida de uma campanha institucional “Alienação Parental: os mais prejudicados são os filhos”. Foi a semente plantada para um conjunto de ações e projetos de leis – como a Campanha Estadual Permanente de Conscientização e Combate e o Dia Estadual de Conscientização e Combate a Alienação Parental. “O bem-estar das crianças deve ser prioridade dos pais, avós ou responsáveis. Estamos trazendo o debate para que todos entendam que essa prática deve ser evitada e que sejam tomadas medidas corretas para a proteção à saúde e direitos das crianças e adolescentes”, afirma Ezequiel Ferreira.
 
Para Ezequiel, a iniciativa levanta um importante tema a ser debatido pela sociedade. “Estamos mais uma vez contribuindo com a população potiguar, alertando, informando e criando um espaço para esclarecer o que é a alienação parental. São diversas famílias que sofrem com isso e muitos não identificam e não sabem como agir diante do comportamento do alienador ou vítima”, disse o presidente da Assembleia Legislativa.
 
A Campanha a ser desenvolvida pelo Governo do RN terá como objetivo esclarecer e orientar a população sobre a conduta do alienador parental e suas possíveis consequências para a vítima, através de materiais de publicidade educativos sobre o comportamento da família que sofre com a Síndrome de Alienação Parental. Além disso, também deve contribuir com a identificação de possíveis casos para devido encaminhamento aos órgãos competentes para providências de acordo com Lei Federal. Por fim, a legislação espera informar sobre os riscos da alienação parental para a formação psicológica da criança ou do adolescente.
 
O Poder Executivo poderá baixar decreto regulamentando campanhas permanentes e programas de ações voltados à informação e ao combate e prevenção da alienação parental, sobretudo por meio de propostas educativas e conscientizadoras. Ainda de acordo com a Lei, o Estado poderá “criar estruturas de apoio à resolução de problemas relacionados à alienação parental, adotando providências no sentido de, por meio da mediação e da conciliação, recepcionar as famílias e a população em geral”.
 

Internado com Covid-19, Luciano Hang faz live de dentro do hospital e diz estar bem e assintomático

Foto de arquivo de 06 de setembro de 2019 do empresário bolsonarista Luciano Hang, de 58 anos, dono da rede de lojas Havan, que testou positivo para a covid-19 e está internado em um hospital da Prevent Sênior na capital paulista. A mulher dele também testou positivo e está internada no mesmo local. — Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto de arquivo de 06 de setembro de 2019 do empresário bolsonarista Luciano Hang, de 58 anos, dono da rede de lojas Havan, testou positivo para a covid-19. Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

O empresário Luciano Hang, de 58 anos, dono da rede de lojas varejistas Havan, fez uma transmissão ao vivo nesta quarta-feira (20) dentro do Hospital Sancta Maggiore, da rede Prevent Sênior, onde foi internado em São Paulo para tratamento de Covid-19.

Na live no Instagram, Hang afirmou que está bem e assintomático, e que só descobriu a doença após fazer um teste quando sua mãe também foi diagnosticada com a Covid-19. Regina Modesti Hang, de 82 anos, está na UTI. Também está internada a mulher do empresário, Andrea Hang.

“Desde o dia 31 de dezembro estou com a minha mãe no hospital. Ela chegou a ficar com 95% do pulmão comprometido. A minha mulher também testou positivo e eu, dez dias atrás, também resolvi fazer o teste e descobri que estava assintomático. […] Apesar de estar assintomático, eu fiz o teste e tinha a presença do vírus no pulmão. Resolvi ficar no hospital para fazer o tratamento que eu acredito, preventivo e precoce”, disse Hang nesta quarta (20).

Nesta quarta, ele voltou a defender o uso de medicamentos que não têm eficácia comprovada. No entanto, Hang disse também acreditar na vacina – medida que, de fato, pode prevenir o contágio pelo coronavírus, segundo os cientistas.

“Acredito na vacina, mas também no tratamento precoce. Prefiro pecar pelo acesso a não fazer nada. Vou fazer todos os tratamentos que tiverem disponíveis”, afirmou.

G1SP

Avião monomotor carregado com CoronaVac quase mata passageiros e tripulantes da Gol

Avião da companhia aérea Gol, semelhante ao Boeing 737 envolvido em incidente no Paraná — Foto: Celso Tavares/G1
Avião da companhia aérea Gol, semelhante ao Boeing 737 envolvido em incidente no Paraná — Foto: Celso Tavares/G1

Segundo a informações do G1SP, um avião monomotor do estado do Paraná, carregado da vacina CoronaVac, por está sendo guiado pelo piloto automático, quase derrubou um avião de passageiros da Gol. O fato ocorreu no dia na última terça-feira (19).

Força Aérea Brasileira (FAB) apura uma ocorrência envolvendo um avião monomotor do governo do Paraná, que transportava doses da vacina CoronaVac para Londrina e entrou em rota de colisão com um avião da Gol na terça-feira (19).Segundo o governo, o piloto automático fez uma curva errada.

O monomotor do governo saiu de Curitiba rumo a Londrina. O avião da Gol saiu de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Em um áudio do controle de tráfego aéreo, é possível ouvir a controladora orientando os pilotos do jato da Gol a “subir ou descer na rota”, para não se aproximar e evitar a colisão com a aeronave.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), da FAB, passou a coletar dados do caso nesta quarta-feira (20) para apurar o que teria ocorrido no piloto automático da aeronave estadual.

Em nota, o governo estadual do Paraná classificou o episódio como “incidente'” e informou que a tripulação levou alguns minutos para conseguir desligar o piloto automático e assumir o controle da aeronave Cessna C208 Caravan.

A rota incluía uma curva para o lado esquerdo, porém, pelo erro foi feita para a direita, entrando na rota do jato da Gol.

“Ressaltamos que não houve um acidente, mas um incidente, o qual foi devidamente reportado às autoridades aeronáuticas. Na dinâmica da aviação, foram tomadas as medidas técnicas mitigadoras para manter a segurança de voo. Isso significa que a tripulação estava atenta e segura em seus procedimentos”, disse em nota.

Após o ocorrido, a Casa Militar, responsável pela aeronave, determinou que o Cessna C208 Caravan permanecesse em solo, até a intervenção de manutenção. O governo estadual ainda afirmou que todas as aeronaves sob responsabilidade do órgão estão com a manutenção em dia.

O avião da Gol tem um dispositivo instalado que aponta a aproximação de aeronaves e, por meio de um aviso, orienta a direção que o piloto deve tomar para evitar a colisão.

Imagem do site de monitoramento Flightradar24 mostra a proximidade das duas aeronaves — Foto: Reprodução
Imagem do site de monitoramento Flightradar24 mostra a proximidade das duas aeronaves — Foto: Reprodução

G1SP

Covid-19 RN: Sesap anuncia que morreu apenas uma pessoa nas últimas 24 horas

Foto da Internet

A Sesap/RN anuncia que nas últimas 24 horas morreu apenas uma pessoa de Covid-19, um paciente de Parnamirim, chegando a o número geral de 3.192 mortes provocadas pela doença desde o início da pandemia. 

O novo boletim confirma que são 132.294 casos de Covid-19, tem ainda 73.114 casos suspeitos e outros 302.634 descartados. O número de confirmados recuperados segue em 91.645, e o de inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, está em 65.811.

O boletim aponta que 462 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN, sendo 304 na rede pública e 158 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 54% na rede pública e de 55,5% na rede privada.

O número de testes realizados para Covid-19 no estado até o momento é de 345.725, sendo 184.945 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 160.780 sorológicos.

G1RN

As Forças Armadas servindo ao Brasil: Mais 16 pacientes da Covid-19 foi transferidos de Manaus para Natal

Avião da FAB pousa em Natal com 16 pacientes de Covid-19 transferidos de Manaus.  — Foto: Reprodução/Prefeitura de Natal
Avião da FAB pousa em Natal com 16 pacientes de Covid-19 transferidos de Manaus. — Foto: Reprodução/Prefeitura de Natal

Natal recebeu mais 16 pacientes com Covid-19 transportados do Amazonas para a capital potiguar pela Força Aérea Brasileira, na noite desta quarta-feira (20). Outros 12 já tinham chegado na madrugada da última segunda-feira (18) em um voo civil. A operação é coordenada pelos ministérios da Saúde e da Defesa por causa da crise da falta de oxigênio e da superlotação dos hospitais de Manaus.

A aeronave pousou na Base Aérea de Natal, localizada em Parnamirim, região metropolitana, por volta das 20h. Dezoito ambulâncias receberam os pacientes, sendo duas reservas. Ainda na pista do antigo Aeroporto Augusto Severo, eles foram estabilizados. Segundo a Secretaria de Saúde, um dos pacientes é um natalense que mora em Manaus.

Pacientes com Covid-19 transferidos de Manaus para Natal foram estabilizados e levados em ambulâncias para o Hospital de Campanha da capital potiguar. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Pacientes com Covid-19 transferidos de Manaus para Natal foram estabilizados e levados em ambulâncias para o Hospital de Campanha da capital potiguar. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

As ambulâncias do Samu, Polícia Militar, UFRN, forças armadas e de transporte sanitário levaram os pacientes para o Hospital de Campanha de Natal escoltadas por batedores do Comando de Polícia Rodoviária Estadual e da Secretaria de Mobilidade Urbana da cidade.

A operação nas rodovias ocorreu no meio da noite. Foi necessário esvaziar a BR-101 para a passagem da fila com ambulâncias. Depois, na Via Costeira, as pistas também foram fechadas para os carros, para que o comboio seguisse mais rápido. Cerca de uma hora e meia depois do pouso, os primeiros pacientes chegaram ao Hospital de Campanha.

Paciente transferido de Manaus na entrada do Hospital de Campanha de Natal, na noite desta quarta-feira (20). — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Paciente transferido de Manaus na entrada do Hospital de Campanha de Natal, na noite desta quarta-feira (20). — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um a um, os pacientes de Manaus foram transferidos das ambulâncias para os leitos de enfermaria e estabilização do hospital. Três dos pacientes passaram mal durante o voo e um precisou ser levado a uma unidade de terapia intensiva (UTI) após chegar.

Segundo a superintendente do Ministério da Saúde no RN, Mídia Targino, nenhum dos 28 pacientes transportados para o RN até agora recebeu alta.