Archive for janeiro 15th, 2021

Polícia encontra 33 cilindros de oxigênio escondidos em caminhão em Manaus

Manaus na pandemia
Manaus tem colapso no sistema de saúde por causa da pandemia da Covid-19

As polícias Civil e Militar do Amazonas apreenderam 33 cilindros de oxigênio que estavam escondidos em um caminhão. A descoberta ocorreu após denúncia anônima que delatou a movimentação estranha de um veículo de carga no bairro Alvorada, em Manaus. No local, os policiais encontraram o caminhão carregado com os cilindros, sendo que 26 estavam carregados.

O caso ocorreu no mesmo dia em que hospitais da cidade ficaram desabastecidos de oxigênio devido ao colapso do sistema de saúde. Por falta do produto, pacientes internados com a Covid-19 morreram asfixiados. Dono de uma empresa que comercializa os cilindros, um homem de 38 anos contou que escondeu o produto pois “ficou com medo que a população invadisse o estabelecimento em busca do material e decidiu tirá-lo do local”.PUBLICIDADE

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), ele foi preso por reter produtos para o fim de especulação e permanece à disposição da Justiça. Ainda ontem, os cilindros de oxigênio foram distribuídos para quatro unidades de saúde. 

Onze foram entregues ao Hospital Beneficente Português, seis para a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas, outros seis para o Serviço de Pronto Atendimento  (SPA) do São Raimundo e três para o SPA do Coroado.

O Tempo

Ministério da Saúde adquire oxigênio por mais 48 horas para manter bebês internados em Manaus

Maternidade Ana Braga em Manaus — Foto: Ariane Alcântara/G1 AM
Maternidade Ana Braga em Manaus — Foto: Ariane Alcântara/G1 AM

O Ministério da Saúde informou, nesta sexta (15), que adquiriu cilindros de oxigênio que devem durar 48h para manter 61 bebês prematuros em leitos de UTIs em Manaus. Estados já haviam sinalizado oferta de leitos para receber bebês e grávidas que possam ficar sem oxigênio na capital.

Manaus enfrenta colapso no sistema de saúde pela falta de oxigênio nos hospitais. O caos piorou com o aumento de recorde de internações por Covid-19 no estado.

Sem oxigênio, o governo começou, nesta quinta (14), a transferência de 235 pacientes com Covid do Amazonas para outros estados. O maior pronto-socorro do estado, HPS 28 de Agosto, passou a recusar pacientes por conta de superlotação.

De acordo com o Ministério da Saúde, a medida atende a uma solicitação do Governo do Amazonas para recém-nascidos que estavam no limite de oxigênio. A pasta informou, ainda, que busca mais balas de oxigênio para que os prematuros não precisem ser transferidos para outros estados.

“A pasta já articulou com estados e municípios a disponibilidade inicial de 56 leitos de UTI que poderão receber os recém-nascidos, caso seja necessário: 25 em Curitiba (PR), 11 em Vitória (ES), 9 em Imperatriz (MA), 4 em Salvador (BA), 3 Feira de Santana (BA), 1 em Ariquemes (RO) e 3 no município de Macapá (AM)”, informou, em nota.

O Governo Federal informou que irá prestar apoio em todo o processo logístico de remoção. Nesta quinta, a Justiça determinou que a União também realiza, imediatamente, a transferência de pacientes que podem morrer pela falta de oxigênio.

G1AM

Palmeira goleia Parnamirim e é campeão da segunda divisão do Campeonato Potiguar

Palmeira é o campeão da segunda divisão do Campeonato Potiguar — Foto: Erick Dias/FNF
Palmeira é o campeão da segunda divisão do Campeonato Potiguar — Foto: Erick Dias/FNF

O Palmeira confirmou o favoritismo, goleou o Parnamirim por 4 a 0 na tarde desta sexta-feira, no Estádio Frasqueirão, e conquistou o título da segunda divisão do Campeonato Potiguar de 2020. O Verdão do Agreste comemora o acesso e, portanto, segue na elite do Rio Grande do Norte – isto porque foi o time rebaixado na primeira divisão de 2020. O regulamento da competição permite este “benefício” de jogar a segunda divisão na mesma temporada.

Em uma disputa de pontos corridos, o Palmeira fechou a participação com 15 pontos – cinco vitórias seguidas, todas sob o comando de João Paulo Oliveira, que substituiu Hugo Chacon após a derrota para o Alecrim, na abertura da competição.

O Alecrim terminou a segunda divisão com 10 pontos, após o empate por 1 a 1 com o Visão Celeste no Barretão, em Ceará-Mirim. O Verdão de Natal amarga o terceiro ano seguido longe da elite do futebol potiguar.

Com o acesso do Palmeira, a primeira divisão do Campeonato Potiguar de 2021 terá a participação dos mesmos clubes em 2020 – ABC, América-RN, Assu, Força e Luz, Globo FC, Palmeira, Potiguar e Santa Cruz.

O jogo

O Palmeira abriu o placar aos 16 minutos, em um golaço de Michel de fora da área. Os outros gols do time de Goianinha foram marcados no segundo tempo.

Cleiton, aos oito minutos, cortou dois defensores e mandou para as redes. Juninho Maranhão, de pênalti, ampliou aos 24. Vitinho recebeu cruzamento da direita, soltou a bomba e fechou o placar aos 43.

Leia mais notícias do esporte potiguar no ge RN | ge.globo/rn

MPT participa de reunião sobre o RN+ Vacina

CoronaVac e Oxford: tudo sobre as vacinas que devem ser as primeiras usadas  no Brasil - Jornal O Globo
Foto ilustração/ da Internet

Natal (RN), 15/01/2021 – O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN) participou, nesta quinta-feira (14), de reunião que apresentou o RN+ Vacina, sistema de monitoramento de vacinação do Rio Grando de Norte, elaborado pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), aos Ministérios Públicos do estado do RN. O RN+ Vacina é um sistema que vai otimizar a organização, distribuição e regulação da vacina contra a covid-19 em todo o estado.

O sistema elaborado pelo LAIS aprimora o controle em tempo real da distribuição de vacinas no RN. O sistema contempla um módulo de gestão, por meio do qual é possível acompanhar o número de doses disponibilizadas pelo SUS, quem já recebeu as doses, controlar o estoque etc. E há, também, um módulo voltado para o cidadão, com estrutura idealizada para utilização em celulares, com orientações sobre autocadastro, cartão de vacina virtual e vídeos explicando a importância da vacinação. Por meio de um acesso específico, os Ministérios Públicos acompanharão os dados da vacinação pelo sistema para fiscalizar todo o processo.

De acordo com Ileana Neiva, procuradora regional do MPT-RN que participou da reunião, a vigilância em saúde é fundamental para o monitoramento de grupos prioritários. “Para o planejamento de um sistema de vacinação, é necessário que sejam considerados dados epidemiológicos e, portanto, é fundamental o trabalho de vigilância em saúde, com a notificação dos casos para a Sesap, para que se possa saber em que setores está havendo mais adoecimento pela covid e para que as ações do plano de vacinação sejam canalizadas para atender aos trabalhadores de atividades essenciais com maior risco de infecção”, observou a procuradora. Também participou da reunião, representando o MPT, o procurador-chefe do MPT no RN, Xisto Tiago de Medeiros Neto.

De acordo com o LAIS, cada cidadão do RN poderá fazer o seu autocadastro para vacinação a partir do próximo dia 18 de janeiro. A equipe do laboratório estudou os três sistemas do SUS envolvidos no plano de vacinação (SISAB, SPMI e E-SUS AB) para uni-los e propiciar a troca de dados de forma simples e personalizada para as necessidade do estado.

Além disso, salas da vacinas e vacinadores serão cadastrados e se conectarão com o sistema o RN+ Vacina. Dessa forma, será possível fiscalizar em tempo real o mapa da vacinação no estado, desde a  Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), onde as doses ficarão armazenadas, até a distribuição.

“Quando a vacina chegar no estado, em 72 horas inicia-se a vacinação no Rio Grande do Norte”, garantiu a governadora Fátima Bezerra na reunião. De acordo com a subsecretária de Saúde do RN Maura Sombreira, Maura Sobreira, o estado do RN priorizou, para a primeira etapa de vacinação, os grupos definidos pelo governo federal. Foi feita uma parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) para capacitar os 711 vacinadores cadastrados no estado, além de um cadastro de reserva. Foram adquiridos tablets para as salas de vacinas, com chip para acesso à internet, para que os vacinadores possam atualizar o RN+ Vacina.

Santuário torna-se Patrimônio Imaterial, Histórico, Cultural e Religioso do RN

O Santuário do Monte do Galo, localizado no município de Carnaúba dos Dantas, tornou-se Patrimônio Imaterial, Histórico, Cultural, Paisagístico, Turístico e Religioso do Rio Grande do Norte. Projeto neste sentido já havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado e, nesta sexta-feira (15) a Lei sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT) foi publicada no Diário Oficial do Estado. A iniciativa é de autoria do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente do Legislativo potiguar.

O Santuário do Monte do Galo é uma elevação rochosa com cerca de 459 metros acima do nível do mar e foi transformado em um local de peregrinações a partir do ano de 1928. Para se chegar ao seu topo é necessário percorrer um caminho sinuoso, com escadarias decoradas com as 14 estações da Paixão de Cristo, grutas com imagens de Nossa Senhora de Lourdes e Nossa Senhora da Conceição. 

“O Santuário do Monte do Galo representa expressão da fé do povo Carnaubense, que há décadas passou a ser cenário de fiéis e peregrinos que transformaram a devoção ao mito do galo e aos milagres de Nossa Senhora das Vitórias em romaria”, disse Ezequiel na justificativa do projeto. “O contingente de pessoas que todos os anos chegam a Carnaúba dos Dantas para visitar o Santuário lhe confere não só a importância como símbolo de fé e devoção, como também de instrumento de indiscutível relevância para o desenvolvimento da economia regional, na medida em que fomenta o turismo religioso”, completou.

Presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira/ Foto cedida

A história do Santuário do Monte do Galo se origina do cruzamento de episódios místico, de devoção e da instalação de um cruzeiro (marco) no cume do serrote. De acordo com a literatura, havia na região um evento misterioso, semelhante ao cantar de um galo. Os vaqueiros que passavam pela região ficavam espantados com o barulho, já que sabiam que naquela região não residiam pessoas, configurando-se para eles a existência de um lugar sagrado. 

O segundo episódio, o de devoção, foi marcado pela chegada da imagem de Nossa Senhora das Vitórias ao Monte do Galo, trazida por um filho de Carnaúba – Pedro Alberto Dantas. A história conta que ele estava acometido de beribéri e, numa noite de muita febre, achando que iria falecer, viu uma Santa com manto azul que surgiu para lhe proteger. A imagem pediu para que ele levasse consigo uma imagem igual a que estava vendo para sua terra natal.

Já o terceiro e último acontecimento se deu com a instalação de um cruzeiro no topo do serrote, marco representativo da fé, do civismo e de homenagem a Caetano Dantas, fundador de Carnaúba.